Um Simples Passeio – Schelde

Tenho pensado sobre o significado de “viajar” desde que comecei a ler o livro A Arte de Viajar, de Alain de Botton. A partir de então, cheguei à conclusão que “viajar” pode ter a sua definição que encontramos em qualquer dicionário, mas o seu significado pode ir muito mais além.

Podemos viajar não só entre países, ou entre cidades de um mesmo país, mas até mesmo dentro da sua cidade, ou ainda num curto passeio. Porque “viajar” passa por adquirir experiências, por vivenciar algo novo, por se encantar com a natureza à nossa volta e mesmo com as pessoas. Um simples passeio pode nos trazer “uma coleção de pensamentos pequenos, despretensiosos, mas enriquecedores da vida“, como li no livro.

E, assim foi, seguimos para um passeio a 40min de casa, mas em outro país, no entanto continuamos a percorrer uma distância flamenga. Chegamos à vizinha Holanda.

A cidade escolhida foi Terneuzen, na província holandesa de Zeeland, mais precisamente na foz do importante rio Schelde. Ele que nasce em terras francesas (Norte), entra pela Bélgica adentro, e quando está próximo da Antuérpia vai em direção à Holanda, desaguando no Mar do Norte.

Naquele fim de rota do Schelde há um longo e aprazível passeio apreciado por todos que desejam passar um bom momento perto do mar com a companhia de patos, corvos e outras aves; e observar a movimentação dos navios comerciais, e alguns poucos corajosos barquinhos a deslizarem; ou ainda estar numa esplanada de restaurante a levar com a suave brisa marítima.

Apresento-vos a Foz do Schelde!

Tot ziens! 🙂

Do Brasil na Flandres

Quando vivemos fora do nosso país, e de repente, descobrimos um pedacinho dele em outras terras, ou ainda melhor, bem pertinho da gente, é tão bom! Sentimo-nos mais perto do nosso lar, sentimos ainda mais coragem de fincar a raiz.

Foi isso que senti outro dia. Em um dos dias especiais em minha vida fui levada a descobrir um pedacinho Do Brasil, em Waasmunster. Numa terrinha simpática, calma, com belas ruas e casas, tem lá no seu cantinho um restaurante belga-brasileiro, o Do Brasil!

Ao entrar, sentimos que estamos entrando em casa… a decoração, a música e a sua ementa lembra o nosso querido Brasil. Caipirinha, sucos, picanha e sopa de carangueijo são os tops, mas adaptados ao paladar belga, sendo assim não pode faltar a presença da batata, dos crepes, sorvetes, bons vinhos, e claro, cerveja. Tudo acompanhado de sabor, beleza e aconchego do Nordeste.

Vem comigo e canta! Isto aqui ôô. É um pedacinho de Brasil iá iá. Deste Brasil que canta e é feliz. Feliz, Feliz. É também um pouco de uma raça que não tem medo de fumaça ai, ai. E não se entrega não …

Você pode desfrutar mais deste cantinho em : http://do-brasil.be/

Um dos cantinhos do restaurante
Um dos cantinhos do restaurante
Picanha brasileira à moda belga
Picanha brasileira à moda belga
Dame blanche
Coupe Dame Blanche
Uit Manaus - Amazone
Uit Manaus – Amazone

Tot Ziens! 🙂

Parque Temático na Flandres

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A primavera está por todos os lados, o tempo vai aquecendo, então vamos à procura de diversão.

Vamos encontrá-la, desta vez, em um dos melhores parques temáticos da Bélgica, o Bobbejaanland!

Aliás, são muitos os que existem no país, e também nos países que fazem fronteira.

O Bobbejaanland fica em Lichtaart, ainda na província da Antuérpia. O caminho até lá é de uma beleza prazerosa, muito verdejante, com muitas árvores e ciclovia por todo o trajeto.

Este parque foi fundado por um cantor flamengo, já falecido, Bobbejaan Schoepen, na década de 60. Em 2004 foi vendido. A temática principal vague-a entre a preocupação ambiental, a cultura asteca e o oeste americano; e ainda passando por personagens como Indiana Jones, King Kong e Smurfs.

O parque é a escolha certa para quem procura diversão com adrelina, aliado a uma beleza ambiental que está por todos os lados deste parque. A combinação água e verde dá-nos um bom descanso para seguir coragem com a próxima atração.

Várias alternativas na restauração
Várias alternativas na restauração
E guloseimas!
E guloseimas!
Um TGV que precorre todo o parque
Um monorail que percorre todo o parque
À entrada, um aquecimento para o que vem a seguir
Draaimolen à entrada, um aquecimento para o que vem a seguir
E à seguir, o Typhoon! 97º graus de arrepiante subida e descida.
E à seguir, o Typhoon ! 97º graus de arrepiante subida e descida.
Um passeio na água com emoção
Um passeio na água com emoção
Nos braços do King Kong
Nos braços do King Kong
E a alegria dos Smurfs!
E a alegria dos Smurfs!
Ruas no parque
Ruas do parque
Mais uma vista
Mais uma vista
Presença da natureza
Presença da natureza
Mais um brinquedo com movimentos de arrepiar
Mais um brinquedo com movimentos de arrepiar
Um descanso
Um descanso
Um território fechado para os mais pequenos
Um território fechado para os mais pequenos
Perninhas ao ar e muita coragem!
Perninhas ao ar e muita coragem!
Isso aqui ôô, é um pedacinho de Brasil ai ai! Alguns estudantes brasileiros também estavam a se divertir.
Isso aqui ôô, é um pedacinho de Brasil ai ai!
Alguns estudantes brasileiros também estavam a se divertir no parque. É bom ouvir o português melodioso do Brasil. Saudades!

Tot Ziens! 🙂

Panamarenko, o designer de Antuérpia

Panamarenko é o pseudônimo do artista belga, nascido em Antuérpia sob o nome Henri Van Herwegen.

Uma pequena exposição do universo de sua arte inspirada na “pop-art” esteve na cidade flamenga de Sint-Niklaas. O Miau do Leão foi conhecer o trabalho e o pensamento deste artista.

Cataloog+Panamarenko

O sonho imaginário de Ícaro é uma constante na sua arte. Pergunto-me se será possível voar com estes modelos. Fiquei sem a resposta, apenas com mais curiosidade do que quando lá cheguei.

Foi possível também apreciar outras vertentes do seu trabalho como uma bicicleta Panamarenko, vários projetos de carros concept, uma cadeira, diversas esculturas, e conjuntos em porcelana para apreciar um bom café.

Este artista-escultor da “pop-art” aposentou a sua arte imaginária, e atualmente, promove uma outra paixão, o café, o seu café PanamaJumbo. Algumas destas obras expostas custavam em torno dos 1500€.

Infelizmente, as fotos a seguir não são de muito boa qualidade por terem sido tiradas às escondidas e com celular.

Tot Ziens!

20150422_173106

20150422_172732

20150422_172754

20150422_172815(1)

20150422_172825

20150422_173033

20150422_172852

20150422_172954