Um cantinho belo da Suíça

E é chegada a hora de deixar a “italianidade” de Minervino di Lecce. Ir para o Norte da Itália através da autoestrada Costa Adriática até Milão, onde pernoitamos.

No hotel, durante o café da manhã, ainda pensamos em passar em Como (Itália), pesquisamos na Internet, e descobrimos que a opinião geral é que seria uma completa loucura ir à Como, de automóvel, e ainda sendo um sábado de verão. Fiquei por alguns minutos sozinha à mesa, e aproximou-se uma simpática funcionária do hotel, e disse-me: Bom dia! 😉 E eu respondi, que é sempre bom ouvir o português em terras estrangeiras. Acabei por contar a ideia de ir à Como, e ela só foi mais uma a confirmar que seria possível, mas de transporte público.

Resolvemos seguir a nossa viagem de volta à Bélgica. E, ao se aproximar da fronteira com a Suíça, o congestionamento era enorme. Avistamos um pouco de Como. Fica para uma próxima oportunidade. O trânsito para atravessar a Suíça tornou-se cada vez maior. Pela rádio percebemos que houve dois acidentes com aviões de pequeno porte em duas províncias diferentes da Suíça, talvez o motivo de tanto trânsito. O GPS desviou-nos para o interior deste país.

Foi assim que descobrimos a beleza natural de uma Suíça que estava com 35ºC. Paramos o automóvel para apreciar a vista. Estávamos em Faido-Borgo, em Ticino.

IMG_20180804_123909103_HDR
IMG_20180804_124026307_HDR.jpg

IMG_20180804_125159813_HDR.jpg

IMG_20180804_125258897.jpg

Em seguida, ainda pelo interior da Suíça paramos para almoçar na aldeia chamada Airolo-San Gottardo, no cantão italiano Uri. A pizza do restaurante enchia os olhos e a minha escolha foi uma pizza com pera (ou pêra, depois dos Acordos, já não sei), gorgonzola e pomodoro.

IMG_20180804_135905334.jpg
IMG_20180804_142818500_HDR.jpg
IMG_20180804_145710996_BURST000_COVER_TOP.jpg

E mais um filme caseiro do Miau do Leão! Vem comigo! 😉

Até ao próximo post! 😉

Ao som da música italiana

Com tantos dias no Sul da Itália, e utilizando o automóvel para deslocamentos, acabamos por ouvir muita música italiana. É impressionante a importância que as rádios italianas dão às músicas em seu próprio idioma.

Daí, pensei neste post apresentar a minha playlist com as músicas mais ouvidas pelo “O Miau do Leão”. 🙂  Diz nos comentários se você gostou de alguma.

Até ao próximo post! 😉

Baía di Porto Selvaggio, bela e fria :)

Esta foi mais uma praia que fomos conhecer na costa jônica da Itália. Uma praia selvagem que fica próxima à Gallipoli, em Nardó. Considerada por guias turísticos uma das mais belas e intocadas da costa italiana.

IMG_20180801_091851432.jpg

Deixamos o carro num parque privado ao lado da entrada com portão para o parque natural onde se encontra a Baía di Porto Selvaggio. A partir daí é preciso caminhar cerca de 1km, em descida, entre o parque nacional de pinheiros, sobre um caminho em terra, pedrinhas e “pedronas”. Nada que um calçado adequado, aliado ao espírito de tudo conhecer não vença, e assim desfrutar do ambiente de beleza natural.

IMG_20180801_170352319_HDR

Quando se chega ao fim do caminho avista-se uma bela enseada. É hora de juntar pedras e mais pedras para apoiar o guarda-sol e tentar achar uma posição mais ou menos confortável entre o chão de seixos, que mesmo assim era muito disputado.

IMG_20180801_090422954.jpg

IMG_20180801_151816374.jpg

Águas cristalinas, mas muito fresca. De todas as praias que já estive em Itália até hoje foi, sem dúvida, a mais fria. Sensação semelhante encontrei uma vez em Portimão (Portugal) na Praia do Rocha, durante o mês de Julho. A explicação está na existência de correntes de água fresca geradas por nascentes submersas. O mar é arenoso e lentamente inclinado. As crianças não estavam preocupadas com estes detalhes, exceto os meus. 😊

Segue mais um filme caseiro. Espero que gostem. Vem comigo! 😉

Até ao próximo post! 😉