Surpreendente Albânia

Como surgiu a ideia de ir à Albânia? Bem, no verão do ano passado estivemos na região de Puglia na Itália, e estávamos passeando por entre as ruas da cidade de Otranto, quando vimos uma publicidade sobre travessia em ferry para Albânia. E, pouco tempo depois, li um post do blog Migs Travel Tales | Albânia – o diamante esquecido nos balcãs. Ficamos a pensar sobre esta possibilidade de destino, e decidimos ir à Albânia no verão de 2019. E assim foi… Conto a partir deste post como foi esta aventura em terras albanesas, um país que deixou muitas saudades. Foi surpreendente!

received_594108664453152.jpeg

Chegamos pouco depois da meia noite ao aeroporto que leva o nome da mais famosa albanesa: Madre Teresa. Ela que é mais conhecida como Madre Teresa de Calcutá será vista na rotunda que dá acesso ao aeroporto e em muitos souvenires.

Ficamos no hotel* em frente ao aeroporto até o momento de ser entregue o carro que alugamos* e a seguir começou a aventura por um país dos Balcãs que não pertence à União Europeia, e cuja moeda é o Lek*. Pouco mais sabíamos da história atual deste país, porque quanto ao passado é um país rico em história, mas sobre isso contarei em outro post.

O deslocamento foi de Tirana até Himarë, no Sul da Albânia, e que foi onde ficamos por 2 semanas. Até lá o que vimos foi um país de várias paisagens lindíssimas, um mar turquesa belíssimo, e muitas curiosidades que ficarão para outro post. Um país que decidimos um dia retornar para explorar ainda mais, pois é um país que tem imenso potencial turístico para todo o ano, mas ainda com uma infra estrutura por melhorar e uma economia frágil com muita corrupção. De qualquer forma concordo com o “Mig”: é um diamante esquecido nos Balcãs.

IMG_20190805_124855268.jpg
Salinas
received_486681475424804.jpeg
Cometemos um engano com a leitura do GPS e andamos nesta estrada que não era para carro 🙂 Aventuras! 
received_214497576164493.jpeg
Praia em Vlorë
received_641799199660838.jpeg
Vlorë
received_594108664453152.jpeg
Após Vlorë
received_2961758910530455.jpeg
Um país com muitas montanhas

Aqui vai o vídeo com paisagens do 1º dia na Albânia, na viagem de Tirana a Himarë.

 

Até ao próximo post da série Albânia! 😉

P.S.:  Já agora indico que aluguem um carro com potência.

Ficamos em Tirana no Hotel Best Western Premier Ark.

1 Euro estava para 119 Lekes. O que é muito vantajoso! Há casas de câmbio nas cidades turísticas. Alguns estabelecimentos aceitam o euro, como os postos de gasolina. A comunicação é com mímica, uso de papel ou visor da calculadora. O combustível foi o único ítem que encontramos realmente caro, aliás mais do que na Bélgica. As estradas tem boa pavimentação. Os motoristas não são muito responsáveis, mas na Itália também não são.

7 comentários sobre “Surpreendente Albânia

  1. Olá, olá! Acabei de chegar de viagem, por isso não tenho estado a acompanhar o que se vai passando por aqui! Fomos falando durante a vossa viagem, e fico extremamente contente que a Albânia vos tenha conquistado (especialmente, se parte da “culpa” for minha) 😉
    Muito obrigado pela menção no artigo!

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Miguel!
      Sempre um prazer tê-lo nesse espaço.
      Aguardo novas dicas de sua parte.
      Pretendemos retornar a este destino. Talvez, já no próximo verão, mas com outro país vizinho. Ou mesmo explorar outro país da região: Bulgária, Romênia,…
      No entanto, temos que ter mais atenção ao relevo. Geralmente, a condução fica a meu cargo e sofri com as subidas e com mudanças manuais (recordar o passado). É um país para carros potentes e com a carroceria alta. E muita atenção com os outros condutores. Vi um jeep à minha frente que danificou parte de um carro estacionado e seguiu viagem sem problema. Vi outro condutor que entrou em velocidade e no sentido proibido. O policial apitou e chamou atenção, mas o condutor discutia como se tivesse razão. Nunca vi! Rsrs
      Vou fazer mais posts sobre a Albânia. Foi muito positivo. Particularmente, gostei mais da Albânia do que Itália.

      Curtido por 1 pessoa

      • Na região dos Balcãs, à excepção da Albânia, só conheço a Grécia (por enquanto). E devo dizer que toda a região do norte da Grécia, muito menos conhecida e falada é também muito surpreendente! A cidade principal, Thessaloniki, é fascinante, com uma visão diferente de Atenas, mas igualmente histórica. Há vestígios das passagens dos diferentes povos que ali viveram, desde os romanos aos otomanos! Os mosteiros de Meteora são impressionantes! A paisagens é deslumbrante, possivelmente uma das que mais me marcaram até hoje! As três “penínsulas” da península de Chalkidiki também são dignas de visita (atenção que a terceira, correspondente ao Monte Athos, é uma região com estatuto autónomo, e onde não é permitida a entrada a mulheres). Sithonia, que é a península do meio, ainda é a mais natural, onde há menos intervenção humana, com praias de água transparente e quente! Há ainda o mítico Monte Olimpo, a casa dos Deuses Gregos, que se pode subir, ou então fazer apenas uma caminhada pelo trilho que entra pelo “canyon”. Aconselho a uma pesquisa mais detalhada desta zona da Grécia, que tem sido habitualmente deixada fora dos roteiros turísticos internacionais. 😉
        Fico à espera dos posts futuros sobre a Albânia, para reviver um pouco a minha própria experiência no país!

        Curtido por 1 pessoa

    • Que fantásticas dicas! Até tive arrepios ao ler. Sério! Muito obrigada!
      Eu tenho uma pasta no pc com ficheiros de dicas, do q leio em posts. Eu vou guardar todo este seu comentário.

      Ah… Não vou te contar tudo neste comentário, mas houve um dia que fizemos uma caminhada perto Gjirokastër para ver um canyon, que eu pensava que ia morrer na Albânia. Foi uma superação física e mental. Infelizmente, o trajeto era antigo e não foi possível completar. Tivemos q abortar o plano. Ainda pensamos em voltar para fazer por baixo, mas eu fui contra. Rsrs Precisávamos de mais material de suporte do q o q levamos, e eu não estava disposta a levar e trazer o carro após imenso esforço. Ficamos de voltar no futuro e realizar o segundo plano. Vou contar este dia num post em separado.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s