Parasita, o filme

Parasita (Parasite) foi outro filme que vi durante as férias de fim de ano: FANTÁSTICO!

Eu tenho visto alguns trechos de filmes da Coreia do Sul, e o cinema deles é surpreendente. Há muito cuidado com a fotografia, com a trilha sonora e com um enredo bem elaborado. Então, a expectativa era grande para este filme, e foi confirmada pela positiva.

Parasita mostra o diferente mundo entre duas famílias de quatro pessoas, que acabam por se relacionarem. Uma tremenda desigualdade social entre elas, que revela a verdade sobre a sociedade coreana e, evidentemente, existe igual situação em outros países. Eu não vou revelar nada mais sobre o enredo do filme. Se o desenvolvimento dele surpreende, então não imagina o seu final. Nem tudo que parece é. Esteja sempre atento!

A principal cpnclusão que tirei é que o capitalismo falhou. Com isso, por favor, não quero defender outras formas de regime conhecida, mas apenas a constatar a verdade sobre este regime. Uma verdade que é como um parasita difícil de exterminar em nossa existência, e que, simplesmente, nos acostumamos em carregá-lo. É preciso RESPEITO pela vida do outro. Você entenderá, caso assista ao filme.

Vamos ver o trailer do primeiro filme da Coreia do Sul que venceu a Palma de Ouro em Cannes e que está indicado ao Oscar 2020. Todos os louvores ao Bong Joon Ho, que merece o prêmio de melhor diretor do Oscar 2020. O filme concorre ainda em mais três categorias.

Até ao próximos post! 😉

9 comentários sobre “Parasita, o filme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s