Clarice Lispector XXX

O ritual

Clarice Lispector achava que enfeitar-se era um ritual “grave”. Perguntava-se como um tecido podia ganhar vida.
Não usava brincos. Uma pequena parte “modestamente nua”.
Seu segredo ignorado por todos: mulher.


Conversa puxa conversa à toa

Clarice observava a cozinheira cantarolar. Uma melodia linda e harmoniosa, criação da própria. Foi motivo para refletir que o mundo será muito criativo e como será o mundo no futuro, daqui a milhares de anos. Sentiu vertigem ao pensar. Voltou a observar a moça estendendo roupa e concluiu que ela era um “eu” da escritora.


A vida é sobrenatural

Refletiu e concluiu que os pensamentos são tão sobrenaturais como uma história passada depois da morte. E que a vida é sobrenatural.


clarice

Que viva hoje

… Sem nenhum acontecimento me provocando, sem nenhuma expectativa, de tarde, esta tarde, eu, aplicando-me na caligrafia como uma criança de escola, eu, também uma das freiras que costuram, em labor de abelha bordo a fio de ouro: Viva Hoje.”

Até ao próximo post!

5 comentários sobre “Clarice Lispector XXX

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s