Cafarnaum, o filme

Cafarnaum (Capharnaüm, 2018), um filme libanês, dirigido por Nadine Labaki, que surge também como uma personagem desse filme sensível, belo, emocionante, triste, mas real.

Zain, um menino refugiado sírio, que talvez tenha 12 anos, vive sob um Líbano desgastado por guerras e conflitos internos. A maturidade de Zain faz-nos refletir sobre a importância de ouvir as crianças. Será que maus pais merecem gerar mais crianças? Essa é uma pergunta central deste marcante filme.

Até ao próximo post!


O Guia Mochileiro das Galáxias, o livro

Com a impossibilidade de estar com um guia de viagem, viajei entre planetas com o clássico da ficção científica, O Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams. Eu já conhecia a versão filme. O autor é dos poucos que foram capazes  de contemplar o universo em sua totalidade, juntando-se a Einstein, Hubble e Feynman.

De um sonho do autor, enquanto cochilava bêbado em terras austríacas, sem condições de comunicação, foi que surgiu a ideia do livro que narra as aventuras de Arthur Dent. Daí, virou série de rádio, compilação em fita cassete e, finalmente, um best-seller mundial, e foi parar na televisão britânica.

O personagem Arthur Dent em companhia de outros personagens bizarros revelam uma trama em forma de montanha russa rumo ao planeta de Magrathea. Nessa trama, o falecido Douglas Adams revela o seu gosto pela leitura, pelo humor, pelos animais selvagens e por tecnologia.

Penso que é uma experiência de leitura, ou mesmo de filme, que vale a pena ser conhecida e refletida sobre tudo que nos cerca neste imenso sistema. Ainda mais se você for fã do humor de Monty Python. Vamos ver o trailer do filme …

Até ao próximo post!

Clarice Lispector XXXVI

O mar de manhã 
O cheiro do mar deixava-a tonta. Gostava de ir ao mar às 6 horas da manhã, a hora da grande solidão do mar e quando as espumas são mais brancas. O mar era a fusão perfeita do masculino com o feminino, disse a escritora.


Jasmim
Jasmim é da noite e a matava lentamente. Um perfume mais forte que Clarice. Quando acordava estava iniciada.


Precisa-se
Precisa-se e oferece-se: homem ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente porque esta está tão contente que não pode ficar sozinha com a alegria e precisa-se reparti-la. Paga-se bem, minuto por minuto, com a própria alegria.
A alegria é fugaz.
Folga: depois que passa o horror do domingo.
Pode ser uma pessoa triste, porque a alegria é tão grande, que se tem que repartir antes que se transforme em drama.
Em troca também oferece-se uma casa com todas as luzes acesas, direito de dispor da copa e da cozinha.


Amor a ele
“A consciência de minha permanente queda me leva ao amor do Nada. E desta queda é que começo a fazer minha vida.”


Eu sei o que é primavera
Clarice tinha humildade feita de gratidão. Sabia que estava reformulando a vida, porque estava viva. Viver é inevitável. A Primavera era uma perturbação de sentidos.


Primavera se abrindo

Clarice pressentia as mudanças de estação numa Primavera, ela ganhou uma planta de uma amiga. A planta prímula, misteriosa, continha o segredo dos cosmos. Ela era o segredo da natureza.


Até ao próximo post !

P.S.: Acabou de vez para mim a possibilidade de usar o antigo editor do WordPress. Sofri para fazer este post. Prefiro o antigo editor do WordPress. E não vejo aqui a possibilidade de se programar em html como era possível no anterior.

 

Gagarin – o primeiro no espaço, o filme

Interessante produção russa (2013) que assisti pela Netflix onde mostra o cosmonauta soviético Yuri Gagarin desde sua infância até o seu primeiro vôo ao espaço. De uma infância humilde à fama de herói. 

Além da vida de Gagarin, o filme também mostra toda a preparação para a volta sob a Terra que durou 108 min, desde a seleção de candidatos, exercícios, o lançamento da Vostok 1 no Cazaquistão até o seu retorno ao solo do nosso planeta em terras soviéticas.

Um filme que vale a pena ser visto. Também o encontrarás completo no YouTuBe.

Até ao próximo post!