Praia Kleine Knip, Curaçao

Próxima à Grote Knip (Grote é grande) encontra-se a Kleine Knip, ou seja, a pequena Knip. Outra praia pública que fomos, mas não a segunda pela ordem, no entanto como comecei a falar da Grote Knip, que havia sido a primeira praia que visitamos, então fica bem nesta ordem aqui no blog.
Sendo próximas, é possível, por exemplo, estar na Grote Knip até o início da tarde e curtir o final da tarde na Kleine Knip. O tempo no dia da visita não estava dos melhores, algumas nuvens de chuva circulavam pelo céu, e chegou mesmo a chover um pouquinho.
Apesar do nome Kleine, ela tem as dimensões suficientes para agradar a todos e em beleza também. E, nela também há ainda mais recifes e seus restos. Ai, o meu pé!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Kleine Knip

Como na Grote Knip, a Kleine Knip oferece os mesmos serviços, mas como era um dia útil da semana, o bar estava fechado. Mais havia um vendedor ambulante a vender comida e alguns souvenirs. Por precaução é melhor mesmo levar sua alimentação. Há aluguel de espreguiçadeira.
É fácil encontrar uma sombra próxima a uma árvore, ou em alguma palhoça (quiosque natural gratuito). O parque de estacionamento fica bem próximo, e avistamos bem os carros.

P4051254.JPG
Vista a partir do mar – palhoças e estacionamento gratuito

Kleine Knip, como já disse, não fica atrás em beleza em relação à Grote Knip. A cor da água é deslumbrante. Não havia a plataforma para saltos como na sua irmã praia. Neste dia haviam poucas pessoas, algumas ficaram nuas por alguns instantes. Mesmo com pouca frequência, o carro do sorvete (gelados) que também esteve em Grote Knip, apareceu no local. E foi possível nos refrescar com sabores tropicais. A minha escolha foi tamarindo. 🙂

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Kleine Knip pela manhã, vista à esquerda
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Kleine Knip, vista à direita e os restos de recifes

Mais, para sentir um pouco do clima da praia e do seu visual, temos aqui mais um vídeo produzido pelo O Miau do Leão para você.

 

Kleine Knip: N 12º 20′ 29.1” W 69º 09′ 07.4”

Tot ziens! 🙂

 

Praia Grote Knip, Curaçao

As fotos falarão mais do que as palavras que eu possa utilizar para falar sobre a beleza destra praia em Curaçao. Foi a primeira a ser visitada, e logo um uauuuuuuuuuuuu, que cor !

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Vista sobre a falésia de Grote Knip

A praia localiza-se à noroeste da ilha, e tem esse nome por se encontrar em uma vale. A praia é pública. Sim, em Curaçao há parias públicas e privadas. A qualidade da água e beleza da praia estão em todas as praias, o que muda é o serviço e as ofertas. O estacionamento é gratuito.

Chegamos cedo, como já é o nosso costume, assim podemos escolher o canto que achamos melhor e aproveitar a sombra das palhoças que são gratuitas. Haviam espreguiçadeiras, mas atenção tanto nas praias públicas quanto nas privadas são pagas. Eles aceitam a moeda local ou dólar, sem problema. O preço varia um pouquinho entre as praias. Nesta praia custou o aluguel por cada espriguiçadeira 7,50 fl (guilder, em inglês) até às 17hs. Não se preocupe que vai aparecer alguém para cobrar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Palhoça típica nas praias públicas

As praias têm horário para abrir e fechar, e este horário varia um pouco entre as praias. Em média abrem às 9hs e fecham às 17hs pouco mais. A água calma é própria para crianças. Excelente para mergulho também. Então, não se esqueça do seu snorkel para ver os lindos e diversos peixes que habitam o Caribe. Há um recife de coral nas proximidades.

P4011099.JPG
Entrada da praia de Grote Knip com escadaria esculpida em pedra

A praia tem um bar simples que abriu no dia que fomos, pois era fim de semana de uma semana em férias escolares. Se visitar a praia num dia que não for fim de semana, é melhor por segurança levar algo para comer e beber, pois não tenho a certeza se abre durante a semana. O bar possui uma variade de lanches rápidos como hamburguer com batata frita ou salsicha (10fl), chessburguer (11fl), porção de batatas fritas (de 6 a 8fl). Também pode-se usar o wc e tomar banho, serviços pagos no bar.

P4011112.JPG
Vista do bar, sempre tudo com limpeza e visita de pássaros
P4011114.JPG
Vista a partir do bar

Há no mar uma plataforma flutuante com escada, que é um show para adultos e crianças. E eu também fiz o meu salto artístico: chumbinho sai da frente. Mais alguns jovens arriscam-se saltando da falésia também.

A praia sendo pública havia mais frequência de nativos, mas sendo uma praia afastada de centros urbanos, e apesar de fim de semana com feriado, não havia muita gente. Oba!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Vista da falésia e entrada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Vista do outro lado

Eu aconselho para todas as praias de Curaçao que se estiver com intenção de entrar na água que use os calçados próprios para praia, pois em todas as praias que fomos haviam pedrinhas, restos de corais, algumas a mais outras a menos. A areia é limpa, branca e fina.

Grote Knip Curacao
Resto de recifes encontra-se em toda a extensão da praia antes de entrar na água Imagem Google

Toda a praia é cercada por vegetação com presença de árvores, bem como de pássaros que nos vem embalar com seus cantos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Visita de pássaros nativos
Untitled
Areia com “Maria Farinha”, assim é que a conheço

Enquanto estivemos lá apareceu um carro a vender sorvetes (gelados). Quando estávamos de saída avistamos no topo da rocha, próximo ao estacionamento, um casal a vender iguarias locais. Não há presença de vendedores ambulantes.

A comunicação com os nativos é fácil, podemos falar em inglês, espanhol e holandês, mas arriscam-se também alguma coisa em português.

Há uma placa no estacionamento que diz não ser permitido fazer churrasco na praia, mas vimos muitos nativos a chegarem com churrasqueira.

Bem, espero que tenham gostado desta primeira praia. Ainda virá mais show de beleza do Caribe, em breve!

Grote Knip: N 12º 21′ 03.24”   W 69º 09’06.4”

Tot ziens! 🙂

Destino: Curaçao

curaçaoMais uma aventura… Destino: Curaçao.

Esta ilha no mar do Caribe, cuja capital chama-se Willemstad, apesar de autónoma constitui o Reino dos Países Baixos. Fazia parte dos países A (Aruba), B(Bonaire), C (Curaçao) das antigas Antilhas Holandesas; não muito longe da Venezuela.
vistacura.jpg

Duas semanas de férias escolares pela Páscoa, na Bélgica, então aproveitamos uma das semanas e partimos do aeroporto Schiphol, em Amesterdão, preparados para uma viagem com escala rápida em Aruba, e totalizando 10 horas de voo. Viajamos pela companhia aérea Tui, que oferece um voo diferenciado para cada passageiro, no que diz respeito a custos. Você decide a quantidade/peso de bagagem de porão, se pretende entretenimento durante o voo (10€), se fará mais alimentações do que as já incluídas, tudo isso acompanhado de uma tripulação poliglota. 🙂
Após as 10 horas de voo, sair do avião e já no corredor sentir o calor tropical da terra. É como estar em casa para mim! Vamos direto tratar da reserva do carro. Carro? Sim, se quer fazer um turismo pela ilha para conhecê-la é preciso alugar um carro. E tenha atenção, pois os carros disponíveis são em sua grande maioria de câmbio de mudanças automáticas. Nossa agência escolhida foi a Budget.
Já com o carro, ligue o som e comece já a desfrutar do ambiente nativo com muita música das Antilhas, rica em influências da região, mas com tempero africano; melodia com ritmo de batidas repetidas com fácil letra em “papiamento”. Também ouvi muito a rainha da América Central , Rihanna e o rapper Drake. Mais falando em papiamento que é uma língua crioula com uma carga de influência do castelhano, português, inglês e francês; e ainda um pouco de neerlandês, é a língua oficial. Não se preocupe! Fiquei encantada, pois a grande maioria das pessoas fala também o neerlandês, o inglês, o espanhol e até mesmo o português!
Seguimos para a nossa estadia no Resort Morena (http://www.morenaresort.com/). Ficamos encantados! Ficamos mergulhados no convívio de um ambiente prazeroso, um jardim tropical. Todas as manhãs recebíamos visitas de belos pássaros cantadores, um lindo periquito, borboletas, e até de uma iguana, sem esquecer das formiguinhas.
P4051283.JPG

kr
kr

Como na Sardenha (Itália), que já apresentei aqui no blog para vocês, lá também encontrei muita simpatia com o nosso Brasil. Camisas da seleção brasileira e bandeiras avistei em diversos lugares. Sem falar na quantidade apreciável de turistas brasileiros, apesar da crise atual. Também o turismo faz-se também com turistas americanos, holandeses e belgas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Centro de Willemstad, Curaçao

Bem,mas sobre essa deliciosa ilha do Caribe e seu mar que é deslumbrante, há que ter paciência porque vou dar as doses de puro prazer aos poucos, em gotas, em vários posts, pois muito tenho que falar e mostrar aos amigos que me seguem. Sempre com o Miau do Leão a desejar que também um dia possam desfrutar deste simples paraíso, e que as minhas informações venham a ser úteis.

Para já fiquem com um vídeo que é o conjunto de várias filmagens com imagens de lugares que passávamos com alguma frequência durante as nossas andanças. Uma paisagem, arquitetura e modo de estar, que lembra muito o Nordeste do Brasil.

Vem comigo conhecer um pouco de Curaçao por terra ! 😉

Tot ziens !:)