Caril de lentilhas

Esse é o quinto prato com lentilhas que trago ao Blog. Já deu para ver que gosto imenso dessa leguminosa poderosa. Realmente, eu não resisto em experimentar confeccionar receitas com ela. E assim, vou registrando e compartilhando com vocês esses momentos.
Foi mais uma receita de um supermercado português, mas eu sempre faço pequenas adaptações, e claro, coloco o meu ingrediente secreto, amor.

Caril de lentilhas (receita original para 4 pessoas)

200 g lentilhas verdes (usei a vermelha/rosa)
2 c. sopa óleo de coco
1 cebola picada
4 dentes de alho picado
2 c. sopa gengibre picado
1 c. sopa caril em pó
200 ml leite de coco
½ pimento verde em puré
1 emb. tomate em pedaços em conserva
1 c. sobremesa sal
1 molho de coentros (usei salsa)350 g arroz Basmati 

1.Coloque as lentilhas de molho durante 30 minutos.

2. Aqueça o óleo de coco num tacho, junte-lhe a cebola, o alho e o gengibre e deixe cozinhar em lume brando 3 minutos.

3. Junte o caril e misture. Adicione as lentilhas, o leite de coco, o pimento verde triturado em puré e o tomate.

4. Tempere com o sal e deixe cozinhar em lume brando cerca de 15 minutos.

5. Sirva com os coentros (ou salsa) picados e o arroz basmati (e/ou pão nan).

Até ao próximo post!

Nhoque com abóbora e espinafre


Eu sou fã de nhoque, mas sempre o tenho feito na forma tradicional do acompanhamento com molhos. Então, quando vi essa sugestão do Recipe Tin Eats com abóbora e espinafre, e em que essas bolinhas após cozidas passam pela frigideira com manteiga, não resisti. O resultado foi um prato saboroso e alegre aos olhos.

Pan fried gnocchi with pumpkin & spinach (nome original da receita)
500g abóbora 
350g nhoque
45g manteiga 
1 colher sopa de azeite
80g espinafre
1 dente de alho esmigalhado 
½ colher de sopa de sálvia picada
Sal e pimenta a gosto
Queijo parmesão a gosto

  • Cortar a abóbora em cubos, colocar sal e pimenta.  Levar a 200°C por 35 min no forno, aproximadamente.
  • Cozinhar o nhoque.
  • Retirar uma chávena de água do cozimento. 
  • Passar os nhoques na frigideira com manteiga até dourarem.
  • Adicionar alho e sálvia. Adicionar a água reservada do cozimento.
  • Juntar na frigideira a abóbora, espinafre, colocando um pouco de água.  
  • Sal e pimenta a gosto.

Até ao próximo post!

Gratinado mexicano com tomate

Eu tenho esse livro já faz anos, e a cada vez que o abro, uma interessante receita vegetariana salta aos olhos e abre o apetite. O Livro Essencial da Cozinha Vegetariana traz receitas que vão dos petiscos aos pratos principais, sem esquecer as sobremesas. 

Desta vez, trago esse gratinado para 4 ou 6 porções com tempo de preparação e cozedura de 55 minutos (pág. 158).

2 colheres de sopa de óleo
2 cebolas vermelhas, picadas
2 dentes de alho, esmagados
6 tomates maduros, sem pele, picados
1 pimento verde, sem sementes, picado
1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto
1 colher de chá de açúcar 
½ colher de chá de malagueta em pó (usei pimenta preta)
375 g de milho em lata escorrido
125 g de triângulos de milho
155 g de queijo Cheddar ralado
250 g de sour cream (bati natas com gotas de limão)

  1. Aqueça o forno a 160°C. Num tacho aqueça o óleo, junte a cebola e o alho e cozinhe em lume médio 3 minutos. Acrescente o tomate, pimento, vinagre, açucar e malagueta. Cozinhe, destapado, durante 6-7 minutos ou até os tomates ficarem macios e o líquido evaporar. Misture o milho e cozinhe mais 3 minutos.
  2. Num prato redondo de ir ao forno, faça camadas com o milho, molho e queijo, terminando com uma camada de queijo.
  3. Espalhe por cima o sour cream e leve ao forno, destapado, 15 minutos. Salpique com cebolinho picado.

Até ao próximo post!

Linguine com couve flor, presunto de Parma e ervilhas

Eu vi esta receita sendo feita num programa de culinária na televisão belga. Eu confesso que não sou fã de couve flor, mas a garra do chef convenceu-me a tentar esta receita. Fui às compras, e o resultado foi esse…

Para 4 pessoas:

1 couve flor pequena 
1 cubo caldo de legumes 
1 chalota
1 dente de alho
2 colheres de sopa de manteiga
100 ml de leite
1 pitada de noz moscada
100g de presunto de Parma
400g de linguine
200g de ervilhas congeladas
Queijo parmesão q.b.
Pimenta e sal q.b.

  • Numa panela para cozer a couve flor coloque o caldo de legumes e um pouco de sal. A couve flor deve estar em pedaços.
  • Colocar o presunto numa frigideira para torná-lo crocante.
  • Num mixer colocar a couve flor cozida, o alho, a chalota, o leite, manteiga, noz moscada, pimenta e sal se necessário ao provar. Raspar um pouco de queijo parmesão.
  • Cozer a pasta junto com as ervilhas.
  • Picar o presunto de Parma que já está crocante.
  • No prato de servir colocar o molho de couve flor, por cima a pasta com ervilhas, parmesão ralado, um fio de azeite e no topo o presunto.

Até ao próximo post!

Bolonhesa de lentilhas

A culinária faz-me viajar sob diversas formas. O mundo dos sabores é capaz de levar ao conhecimento de outras culturas, navegar por outros idiomas e sotaques que não o materno, recordar histórias antigas, aprender sobre nutrição, etc. Esta bolonhesa de lentilhas vegan fui buscá-la no website de um supermercado português, logo recordei a passagem bíiblica entre Jacó e Esaú, e aprendi que a lentilha é uma leguminosa rica em lítio (Li), um mineral utilizado nos medicamentos para estabilizar o humor, além de ser rica em outros minerais. Aprovadíssima em casa, espero que gostem.

Ingredientes para 4 pessoas:

250 g lentilhas verdes secas 
1 c. de chá sal
500 g massa penne integral 
50 g azeite 
1 cebola
3 dentes de alho
2 folhas de louro
200 ml polpa de tomate natural
60 g cogumelos frescos laminados 
1 c. de chá pimentão-doce em pó
½ c. de chá pimenta-de-caiena em pó
½ c. de chá orégãos secos
100 g folhas de espinafres 
qb orégãos frescos picados 

Preaparação:

1. Comece por demolhar as lentilhas, colocando-as em água abundante durante a noite ou por 6 horas. Eu utilizei a lentilha em lata.

2. Uma vez demolhadas, coza as lentilhas num tacho (panela) com o dobro da água por 10 a 15 minutos (não coza demais). Quando estiverem quase cozidas adicione metade do sal. Escorra a água das lentilhas e reserve-as.

3. Num outro tacho (panela), coza a massa com água temperada com o restante sal, segundo as instruções da embalagem.

4. Num wok, junte o azeite com a cebola e o alho descascados e picados, e as folhas de louro. Deixe saltear e adicione a polpa de tomate. Deixe cozinhar por 4 minutos e de seguida acrescente os cogumelos laminados e deixe cozinhar por mais 4 minutos.

5. Junte ao wok as lentilhas e as especiarias e mexa. Prove e rectifique os temperos. Adicione um pouco de água se achar necessário e deixe apurar por 5 minutos.

6. Por fim, corte os espinafres grosseiramente, junte-os ao preparado e apague o lume. O calor irá cozinhar os espinafres.

7. Sirva a massa numa taça e adicione, por cima, a bolonhesa de lentilhas. Polvilhe com os orégãos frescos.

Até ao próximo post!

Almôndegas de feijão branco

Na tentativa de ter uma alimentação saudável e também de diminuir a “pegada ecológica” encontrei esta receita com uma apreciada leguminosa, o feijão. A receita está no website de um supermercado alemão que se encontra em vários países europeus. Espero que os apaixonados por culinária apreciem.

Ingredientes para 4 pessoas, 243 Kcal por pessoa 
320 g feijão branco
1,6 unid. dentes de alho
80 g cebolas
0,8 ramo salsa picada
0,8 c. café cominhos em pó
24 g pão ralado integral
0,8 frasco molho de tomate (350g)
240 g zoodles de curgete (espaguete de curgete/abobrinha)
3,2 c. sopa azeite
sal e pimenta q.b.

Tempo de preparação: 45 Min.
– Triture o feijão até obter uma pasta homogênea.
– Retire-a para uma tigela, junte a salsa, a cebola e os alhos picados, os cominhos e o pão ralado.
– Misture e retifique o sal e a pimenta.
– Molde as almôndegas com o preparado de feijão e coloque-as num prato de forno, previamente untado com azeite.
– Leve ao forno, pré-aquecido a 180°C, durante 15 minutos.
– Ferva o molho de tomate e verta-o sobre as almôndegas.
– Aqueça uma frigideira com um fio de azeite, junte os Zoodles de courgette e deixe cozinhar durante 5 minutos.
– Tempere de sal e sirva com as almôndegas.

Até ao próximo post!

Strudel de alheira

É quase fim de semana vai uma dica de culinária. 😉

O Miau do Leão vai à cozinha para trazer um pouco da culinária portuguesa.  Desta vez preparei um strudel de alheira que é um enchido  típico português. Fui aos arredores de Bruxelas para comprar as alheiras no maior mercado português existente na Bélgica. É lá que também encontro algumas delícias brasileiras. A receita é do website de um supermercado português (Pingo Doce). É perfeita a combinação de alheira e maçã com um toque improvisado de espinafres substituindo os grelos da receita original. As sementes de papoila permaneceram na cobertura dando um acabamento todo especial. Acompanhei com uma salada bem composta de folhas diversas, pepino, tomate, passas, nozes, quejo feta, temperada com zatar, vinagre balsâmico e azeite português. Uma receita suficiente para 4 pessoas. Voilá! 😉

INGREDIENTES da receita original

400 g (2 unid.) alheiras de Mirandela
320 g (4 unid.) maçãs
1 c. de chá canela em pó
1 dente de alho
1 c. de sopa azeite
400 g (1 emb.) grelos congelados ( substitui por espinafres)
1 c. de chá sal
qb pimenta
230 g (1 emb.) massa folhada
1 ovo M
1 c. de sopa sementes de papoila

PREPARAÇÃO

1. Pré-aqueça o forno a 200 °C.

2. Coza as alheiras em água a ferver por cerca de 4 minutos. Retire-as da água, corte-lhes a pele e retire o recheio para uma taça. Reserve.

3. Descasque e corte as maçãs aos cubos para um tacho com um pouco de água. Junte a canela e deixe cozinhar em lume médio até as maçãs estarem macias.

4. Enquanto isso, numa frigideira, salteie o alho no azeite. Adicione os grelos e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos em lume brando. Tempere com sal e pimenta a gosto. Reserve.

5. Desenrole a massa folhada e com a ajuda de um rolo da massa estique-a ligeiramente até que tenha um formato rectangular. Coloque-a num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal.

6. Ponha no centro da massa uma camada de maçã, outra de grelos e outra de alheira.

7. Com a ajuda de uma faca, corte as laterais da massa em tiras e entrance-as uma a uma.

8. Pincele a massa com o ovo batido, polvilhe com as sementes de papoila e leve ao forno cerca de 12 minutos. (Deixei 25 min)

Acompanhei com salada!

Até ao próximo post!

Lentilhas com especiarias

IMG_20200130_181259526

A lentilha é uma leguminosa rica em minerais, proteínas e fibras. Sua origem é asiática. Há vários tipos de lentilhas, e várias receitas confeccionadas com esta leguminosa. Trago mais uma delas ao blog, acompanhada com pão Nan, que é típico da Índia.


Lentilhas com especiarias
(3 pes) (site tudo receitas)

1 xícara de lentilhas, 1 colher café de cardamomo em pó / 1 colher de café de curry em pó / 1 colher de café de gengibre em pó / 1 pitada de páprica em pó / 1 cebola branca picada / 2 dentes de alho picados / 2 tomates maduros picados / 30 ml de óleo de girassol / 3 xícaras de caldo de legumes / 1 folha de louro / 1 pitada pimenta do reino / 1 pitada de sal.

  • Refogue no óleo, em fogo baixo, a cebola e o alho até ficar macia. Acrescente a folha de louro e as especiarias e misture tudo.
  • Acrescente os tomates e refogue em fogo baixo, com a  panela tampada, até que se libertem os sucos destes ingredientes.
  • Acrescente as lentilhas, misture com os ingredientes da panela, e cubra com 3 xícaras de caldo de legumes. Tampe e deixe cozinhar em fogo baixo por 1 hora, depois destampe e cozinhe em fogo alto por 20 min, para que o caldo reduza. Corrija o sabor com sal e pimenta. Acompanhar com arroz. Adicionar um pouco de iogurte de soja, se desejar.
  • Acompanhei com pão Nan.

Até ao próximo post!

 

Tabule de lentilhas

O tabule (tabūlah/tabouleh/tabbouli) é uma salada do Médio Oriente, a palavra significa tempero. Há variações de sua confecção em alguns países, no entanto os fatores “ser saboroso” e “ser saudável” estará presente qualquer que seja a sua combinação.

IMG_20200112_185006180Encontrei essa combinação de tabule com lentilhas no site da kiwimilón. O resultado foi um prato rápido, simples, rico em sabor e saudável. E a presença do zátar (zaatar/za’atar), um condimento da mesma região do tabule proporcionou o toque final.


-Colocar uma xícara de lentilhas (preferência verde) para cozinhar em água já fervendo com sal por 20 min. Reservar até arrefecer. (Eu usei lentilhas em conserva)

-Colocar nas lentilhas arrefecidas: ½ xícara de cebola vermelha picada, 1 xícara de tomate picado, ½ xícara de salsa picada, 2 colheres de sopa de Zátar, sal, suco de meio limão amarelo, 3 colheres sopa de azeite. Misturar bem.

-Por cima espalhar um pouco de queijo feta esfarelado.

-E está pronto o tabule!

Até ao próximo post!

 

Berinjela grelhada com queijo e fiambre

IMG_20190822_190610401

Uma receita leve, saudável e rápida de executar. Ideal para uma quarta-feira de cinzas. 🙂

1.Cortar 2 berinjelas em fatias finas e grelhar dos 2 lados

2.Depois de grelhada passar sal e molho de tomate. Também colocar uma fatia de tomate e por cima fatia de queijo provolone (usei gouda).

  1. Enrolar as fatias e arrumá-las num refratário. Por cima passar molho de tomate e queijo parmesão ralado e folhinhas de basílico. Como eu não tinha usei orégano seco.

  2. Ir ao forno 185°C entre 15 a 25 min

Servi acompanhado de salada grega (tomate, pepino, cebola roxa, queijo feta, azeitonas pretas, especiaria para salada, limão e azeite).

Até ao próximo post! 😉