Maanlicht, Bazart

Eu já falei dessa banda de Antuérpia (aqui). É uma das poucas bandas da Bélgica que gosto de quase tudo que produzem.

Eles estão fazendo sucesso este ano com Maanlicht (Luar). O início da música soa algo diferente do que o grupo costuma produzir, e lembra o antigo grupo do vocalista, o “Warhola”. Só o início mesmo, porque depois da batida, a identidade do Bazart vem com toda força sobre uma letra poética e cheia de metáforas. Bazart: “Chegará um momento em que você terá que ir. No entanto, ficarei aqui sem o Sol. Aqui ao luar.”

O Bazart canta em holandês, ou melhor, em flamengo. É um pouco como comparar o inglês da Inglaterra e dos EUA. No mundo da música não há fronteiras, vale muito o sentimento, e o vídeo ajuda muito a sentir a música numa língua pouco falada.  Ritmo sensual, vídeo igualmente sensual.

Até ao próximo post! 😉

Bazart

E, continuando a apresentar artistas da Bélgica…
BAZART é a nova sensação da Bélgica. Este grupo originário da Antuérpia, e inserido na categoria indie-pop grupo, venceu o Vlaamse Muziek Awards de melhor grupo e canção com a estupenda música GOUD (holandês). Aliás, venceram em 5 categorias no total.
Vale a pena ouvir esta música. O seu refrão diz: “eu prefiro rapidamente ir para o inferno do que devagar para o céu”. Vamos lá ouvi-la?

Gostou? Então, que tal conhecer suas outras canções no Youtube?!

tot ziens! 🙂