Baú Aberto 23 – Melhores desejos

Faz tempo que não “coloco” nada no baú. 🙂 Ainda bem que ele é aberto, pois depois de tanto tempo dificilmente saberia onde está a chave ou qual o código de abertura. :)))

Hoje foi o reinício do ano letivo na Bélgica. Ontem, recebi pelo aplicativo da escola, uma mensagem direcionada aos pais e estudantes escrita por um dos diretores da escola dos meus filhos, “os melhores desejos”.

downloadCurioso! A mensagem, em holandês, iniciava com uma citação de um trecho do livro As Valkírias, do escritor brasileiro Paulo Coelho. Pode não ser o melhor representante da literatura brasileira, mas a verdade, a minha verdade, é que faz tempo que não me emonciono por ser brasileira. E, já peço desculpas, se ofendo algum nacionalista.

O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos“.  De Paulo Coelho, As Valkírias, 2010.

Screenshot_20200105-200604

Até ao próximo post! 😉

Momentos no campo de Alveringem, Bélgica

Estamos em 2020! 

A rotina não é algo desagradável para mim, mas fazer uma pausa é algo que o corpo e a mente pedem. A pausa foi em Alveringem, uma pequena aldeia no Oeste da Bélgica, próximo ao mar e não muito distante da fronteira com a França.

IMG_20191230_084440804_HDR.jpg
Amanhecer em Alveringem

E esta pausa foi bem diferente da habitual, quase uma volta ao passado já muito distante, só possível de acreditar que vivi porque há registro em foto. Foi assim que relembrei o meu bezerro da infância, quando eu tinha apenas 3 anos de idade, em terras baianas. Voltei a ter algum contato com animais domésticos que fizeram parte da minha juventude, mas que devido a traumas mal resolvidos sofri décadas de total afastamento.

IMG_20191230_125931882_HDR.jpg
Eu tive um bezerro aos 3 anos de idade
IMG_20191230_122326204_HDR.jpg
Dois simpáticos vizinhos

O ambiente foi ideal para concluir a leitura de dois livros com muitas páginas, que foram a tempo para a minha lista de 2019. Em breve, falarei deles.

Num todo, as férias foram passadas na calma do campo com escapadelas para conhecer cidades belgas e francesas que estão próximas a Alveringem, e reverenciar jovens heróis da Primeira Guerra Mundial.

O primeiro dia de 2020 nasceu sob forte nevoeiro. Capaz de reproduzir belas imagens, mas de difícil relação pessoal.

IMG_20200101_084409926.jpg
Alveringem às 8:30hs da manhã

É isso, o blog voltou! 🙂

Boas Festas na Bélgica

Durante as festas de fim de ano as cidades da Bélgica decoram suas ruas principais para aquecer os corações em tempo de muito frio. Os mercados de Natal estão presentes em várias cidades do país. Fora desta tradição encontra-se o centro político de Bruxelas. 

IMG_20191205_100545744_HDR.jpg

IMG_20191205_100720429_HDR


IMG_20191205_103413852.jpg
IMG_20191205_120408018_HDR.jpg
Neste post trago cenas atuais de Leuven e Bruxelas, e a experiência Imersiva Claude Monet que acontece em Bruxelas por estes dias de festas.

LEUVEN:

IMG_20191116_170431545.jpg
centro de Leuven dezembro 2019
IMG_20191116_170755515.jpg
centro de Leuven dezembro 2019
IMG_20191116_171133072.jpg
centro de Leuven dezembro 2019

BRUXELAS:

IMG_20191215_133746689_HDR.jpg
Mercado de Natal – Bolsa de Bruxelas

IMG_20191215_134033936.jpg

 

IMG_20191215_134051020

IMG_20191215_134249063.jpg

IMG_20191215_134907652.jpg

IMG_20191215_153900251.jpg

IMG_20191215_155518141.jpg

EXPERIÊNCIA IMERSIVA CLAUDE MONET (BRUXELAS):

IMG_20191215_140549456.jpg

IMG_20191215_145418602.jpg

IMG_20191215_135106129_HDR.jpg
Loja dos Smurfs em frente ao prédio da exposição Monet

E aproveito para desejar a todos boas festas, e o desejo de voltar a encontrá-los no próximo ano neste espaço com saúde e criatividade, e que a paz deixe de ser um sonho e torne-se realidade neste planeta que é a casa de todos nós, e que por isso devemos protegê-la da ganância por lucros de alguns que, infelizmente, estão no poder. 

E, assim o blog O Miau do Leão vai descansar estas 2 semanas, esperando retornar em Janeiro da próxima década. 

Um 2020 de paz e saúde para todos nós!

 

Um dia em Kortrijk na Bélgica

Durante o mês de outubro há uma semana de férias escolares, a chamada férias de Outono (Herfstvakantie). Aproveitamos um dia ensolarado da semana para ir até Kortrijk na região ocidental flamenga da Bélgica.

IMG_20191029_123804958_HDR.jpg
Kortrijk e o rio Leie

Encontramos ruas tranquilas para um passeio. Um rio navegável que corta a cidade, o Leie. E uma cidade que desde a Idade Média cresceu graças a indústria do linho e lã com a vizinha França e Inglaterra. Há um museu na cidade que conta essa história, mas o meu filho mais novo já o tinha visitado, e não queria repetir a visita. Ficou a minha visita para outra oportunidade.

IMG_20191029_124627635_BURST000_COVER_TOP.jpg

IMG_20191029_125041835_HDR.jpg
caminhando em direção ao centro

IMG_20191029_130438616.jpg

IMG_20191029_152145338_HDR

Foi com meus rapazes que fiquei sabendo que a cidade foi palco de dois eventos importantes para o país. O primeiro foi a Batalha de Courtrai (nome da cidade em francês) ou Guldensporenslag que ocorreu em 1302. Em seguida, mostro uma estátua que relembra este momento. O segundo evento ocorreu em 1820, a assinatura do Tratado de Kortrijk, estabelecendo as fronteiras ainda atuais entre a França e a Bélgica.  Durante os séculos XIX e XX, a indústria do linho floresceu e continua sendo importante na indústria têxtil belga atualmente. Uma outra curiosidade da cidade é que foi a primeira da Bélgica com uma rua comercial para pedestres, a Korte Steenstraat.

IMG_20191029_131440339_HDR.jpg
Torre na praça central (Grote Markt) de Kortrijk
IMG_20191029_131744260_HDR.jpg
Por trás da torre
IMG_20191029_151415068_HDR.jpg
Estátua comemorativa da Batalha de Courtrai

IMG_20191029_151457912_HDR.jpg

Almoçamos no centro, e seguimos para conhecer a Saint Elisabeth Beguinage que remonta ao ano de 1238 e foi listada como Patrimônio Mundial da Unesco em 1998. Foi-lhe dada a sua forma atual no século XVII após várias destruições. Tem cerca de quarenta casas barrocas com um jardim frontal privado. Uma área cercada na cidade onde se reuniam senhoras da sociedade e religiosas para fazer caridade. Já felei sobre a de Leuven (aqui).

IMG_20191029_145335737_BURST000_COVER_TOP.jpg
Uma das dependências da Saint Elisabeth Beguinage
IMG_20191029_145517888_HDR
Rua da Saint Elisabeth Beguinage

 

IMG_20191029_145649010_HDR.jpg
Rua da Saint Elisabeth Beguinage
IMG_20191029_150145848_HDR.jpg
Saint Elisabeth Beguinage

IMG_20191029_150829863_HDR

E agora, o filme deste passeio em Kortrijk…

 

Até ao próximo post! 😉

 

Em 3 países ao mesmo tempo

Aproveitando um dia do último fim de semana antes do início de ano letivo, em Setembro, e que seria um belo dia ensolarado, decidimos ir a Aachen, na vizinha Alemanha.

Entretanto, antes de chegar a Aachen, desviamos um pouco do trajeto direto e fomos até a tríplice fronteira, que não fica muito longe da cidade.

IMG_20190831_133243938_HDR.jpg
Marco da Tríplice Fronteira – Alemanha, Bélgica, Holanda

O ponto de encontro entre Alemanha, Bélgica e Holanda é um importante símbolo da unidade europeia, mas também uma atração turística, com restaurantes, parques de estacionamento, torres de observação e uma floresta que cerca o recinto, muito procurada para caminhadas e pedaladas. Um espaço agradável de se estar.

IMG_20190831_143918228_HDR.jpg
Vista para a Bélgica

O ponto mais alto da Holanda estava bem próximo do marco da tríplice fronteira com 322,5 metros de altura.

IMG_20190831_143403765_HDR.jpg
Marco do ponto mais alto da Holanda 322,5 m

Vamos conhecer o ambiente em vídeo? Vem comigo a um curto passeio!

 

Até ao próximo post! 😉

Lembrando que o Blog está também no Facebook, Instagram, YouTuBe e Twitter.

Rua Sem Nome, Bélgica

550db86.jpg

Por vezes, há coisas na Bélgica difíceis de compreender e que são resolvidas com simplicidade.

A Bélgica está sem governo, novamente, há meses, mas tudo funciona dentro da normalidade. Estamos sobre auto-gestão, no entanto cada instituição sabe o seu dever.

Aqui está outro exemplo de uma solução simples. O motivo não sei. A verdade é que existe uma rua, cujo nome é Sem Nome. Rua Sem Nome (Zonder -Naam Straat), em Gent.

Até ao próximo post ! 😉

Quiz na Bélgica

Ontem à noite, apesar da chuva e frio, não deixamos escapar a novidade em forma de diversão. Fomos ao nosso primeiro quiz na Bélgica, em Sint-Niklaas.

FB_IMG_1570270263839.jpg

Os belgas gostam muito de realizar quiz sobre conhecimentos gerais. Uma forma sadia de convívio e de angariar fundos para causas solidárias. Hoje fiz uma pesquisa e vi uma numerosa relação deles que estão para acontecer neste outono. Esta foi para ajudar a casa Bonangana que ajuda estrangeiros com ajuda na aprendizagem do holandês e também ajuda a crianças com seus trabalhos escolares para casa. Foi  o 7º evento deste tipo realizado pelo grupo de amigos do Bonangana, a casa do mundo.

Fiz a inscrição com antecedência. A equipe podia conter até 6 participantes. O pagamento costuma ser de 5€ e paga-se na chegada ao evento. Você pode consumir bebidas ou comidas, mas isso é pago a parte através de uns boletos pré-pagos. Escolhemos um nome, em português, para nossa equipe com sonoridade engraçada para os belgas pronunciarem. Os Xexelentos! Eles dizem algo como: tchetchelentos. :))

Eram 32 equipes e cerca de 200 pessoas no local do evento entre organizadores, participantes e voluntários. 2 telões que cobriram as 9 rondas, e cada ronda com 10 perguntas sobre um tema relacionado a conhecimentos sobre o mundo, além de um envelope com diversas tarefas para serem preenchidas durante o evento.

Ficamos classificados na posição 25º. Todos levam um prêmio de participação, e são chamados para escolher o seu prêmio de acordo com a sua ordem de classificação. Já estou de olho em outro evento deste tipo. 🙂

Até ao próximo post! 😉

Caminhar no bosque

Fizemos o nosso segundo percurso usando o aplicativo Wikiloc. Optamos, mais uma vez, por uma terrinha próxima da cidade que vivemos. O primeiro percurso foi em Waasmunster. Este segundo foi em Stekene.

IMG_20190722_133711435.jpg
Stropersbos

O percurso foi de 10 km. Começamos às 11:40hs e terminamos às 15hs. Paramos várias vezes para descansar, tirar fotos e filmar. O aplicativo desconta esses momentos que paramos, e dá-nos o tempo real de caminhada.

IMG_20190722_124910490

Escolhemos uma grande área verde chamada Stropersbos, em Stekene. Um percurso com muita sombra para um dia que chegou aos 29°C. Passamos por pequenas pontes, vimos um veado jovem, passamos por um milharal e por uma simpática capela chamada Trompkapel.

IMG_20190722_140541666_HDR.jpg

Vamos ver algumas cenas em vídeo…

 

Até ao próximo post! 😉

Corredores de flores

É preciso preservar e aumentar a biodiversidade. Neste importante trabalho, as abelhas e outros insetos são os nossos heróis. Sem eles, a verdade é que não sobreveríamos por muito tempo.

Por isso, surgem cada vez mais “corredores de flores para as abelhas”. Está de parabéns a minha cidade por também participar desta iniciativa pela preservação dos ecossistemas desde 2016. Bem perto da minha casa há alguns destes corredores. E, aqui em casa, também fazemos parte desta ideia.

São essas imagens que partilho com vocês no blog. Vamos espalhar esta positiva ideia!

IMG_20190604_162602892_HDR.jpg

IMG_20190604_162946163.jpg

received_2256025867823253.jpeg
Em casa

Até ao próximo post! 😉

Tintim de um milhão de euros!

No dia 9 de Junho li esta notícia da Sic Notícias (Portugal): Um desenho do Tintim vendido por um milhão de euros.

image.jpeg
Fonte: Diário de Notícias

Ilustração original é a capa do primeiro livro de aventuras da personagem criada pelo belga Hergé. Publicado em 13 de  fevereiro de 1930, o desenho mostra o repórter Tintim a percorrer o país dos sovietes, sentado no tronco de uma árvore.

A ilustração, a lápis e a guache, é das poucas capas nas mãos de um privado.

A identidade do vendedor e do comprador não foram reveladas. Foi vendido através de leilão em Dallas, EUA.

Curiosidade: Tintim é conhecido comoKuifje  na região flamenga da Bélgica.

Até ao próximo post!  😉