3 meses de Antuérpia na minha vida

O último trimestre de 2018 estive a fazer o terceiro módulo (intensivo) de holandês em Antuérpia.

As aulas começavam às 9hs e terminavam às 12:30hs, durante 3 dias na semana. Foram 3 meses de exigência mental e física.

Para chegar à Universidade de Antuérpia, eu fazia 15 min de bicicleta, 35 min de trem e 20 min à pé. Quando chegava à estação central de Antuérpia, o meu olhar era para a bela fachada interior da estação. Um dia esteve um belo dia de sol e tirei esta foto.

IMG_20181108_085044508_HDR.jpg

Para retornar à casa, o mesmo itinerário. O que valia eram paisagens como foto abaixo para me dar coragem e força.

IMG_20181011_130838995_BURST000_COVER.jpg

Chegou Dezembro. Em uma das manhã do início de Dezembro estava este tradicional papai Noel que fazia a diversão dos turistas.

IMG_20181206_084722831.jpg

Resolvi que não farei mais cursos. Tentarei criar o meu próprio método de estudo, priorizado no ouvir e falar. Aceito sugestões! 😉

Até ao próximo post! 😉

Maratona de Bruxelas 2018

E cheguei ao mês de outubro. Chegou o dia do 2º turno da eleição presidencial do Brasil, e desloquei-me até Bruxelas, sem saber da mudança de trânsito na cidade devido a Maratona e Meia Maratona da cidade.

IMG_20181028_110334624

Consegui estacionar bem em frente ao local de cotação que estava sem filas, exceto para ir ao toilette. Quando Quando saí do prédio, uma agradável surpresa! A maratona passava onde estacionei o carro, na Avenue Louise.

IMG_20181028_105658220.jpg

Foi a primeira vez que vi uma prova de atletismo, e no caso, a Maratona. Eu fiquei emocionada por ver exemplos claros de superação em pleno frio de outono. Senti-me pequena diante de tanta grandeza.

Um curto filme a seguir:

Até ao próximo post! 😉

Uma volta por Tournai

Voltando a conhecer a Bélgica, estivemos em Tournai (em francês) ou Doornik (em holandês) que fica situada na região da Valônia. O francês é a língua predominante.

IMG_20180916_121854418_HDR.jpg

Aproveitamos um sábado ensolarado de Setembro, e com uma brisa fresca que avisava a aproximação de tempos frios. Deixamos o carro estacionado na margem do rio Schelder e caminhamos em direção ao centro sem pressa.

IMG_20180916_123127176_BURST000_COVER_TOP.jpg

Avistamos uma feira de brinquedos e livros, em segunda mão, organizada por populares e chegamos à Grand Place, que é toda ela de arquitetura flamenga com muitos bares e restaurantes.

IMG_20180916_145417398_HDR.jpg

IMG_20180916_125054559.jpg

IMG_20180916_125630108_HDR.jpg

IMG_20180916_150127030_HDR.jpg

Caminhando, descobrimos que Tournai já foi um importante centro administrativo e militar do Império Romano, e com a queda do Império passou por mãos dos ingleses, seguido dos holandeses, e franceses, até que passou a fazer parte da Bélgica com a independência do Reino da Bélgica em 1830.

IMG_20180916_143645121_HDR.jpg

IMG_20180916_143520363_HDR.jpg

IMG_20180916_143819863_HDR.jpg

IMG_20180916_144109713.jpg

IMG_20180916_144142212_BURST001.jpg
catedral de Notre Dame

IMG_20180916_144209433.jpg

IMG_20180916_144254595_HDR.jpg

IMG_20180916_144549088_HDR.jpg
catedral e palácio episcopal

Durante a Segunda Guerra Mundial foi gravemente bombardeada até que tornou-se a primeira cidade da Bélgica a ficar livre dos nazis. A torre do Sino (Beffroi), onde se encontra a placa comemorativa da libertação, é o mais antigo da Bélgica, e foi construído quando estava a cidade sob domínio francês.

IMG_20180916_125925108.jpg

Em vários pontos da cidade encontramos esculturas metálicas de guildas profissionais. Aproveitei para algumas fotos de impacto. 🙂

IMG_20180916_124540369_HDR.jpg
Guilda

IMG_20180916_145911954.jpg

IMG_20180916_144459455_HDR.jpg

IMG_20180916_150818470_HDR.jpg

Quando fomos almoçar encontrei esta importante mensagem sobre a mesa. Vale para você também que me acompanha! 😉

IMG_20180916_141445125.jpg

E o passeio terminou onde começamos.

IMG_20180916_152911042_HDR.jpg

Agora o vídeo que fiz. 😉

Até ao próximo post! 😉