Passeando em Bruxelas

Confesso que não gosto muito de ir a Bruxelas. Motivos? Maior concentração de pessoas nas ruas, outro idioma dentro do mesmo país,… No entanto, confesso que apresentar Bruxelas a quem não a conhece faz-me ter atenção a detalhes que eu não tinha notado em outras idas, e esqueço que não gosto de ir.

Foi assim que cheguei a esse teto com pinturas dos Smurfs. Criação do belga Peyo, as criaturas azuis trazem alegria ao sair da estação Bruxelas Central para ir à Grand place.

Bruxelas permite interessantes ângulos para fotografia.

O menino pequenino conhecido como Manneken Pis (pis=xixi) continua com sua gracinha. E ainda não foi desta vez que o vi vestido.

No outro extremo está a menina pequenina Jeanneke Pis que recebe moedas que irão no fim do dia contribuir para pesquisas médicas no país.

Saindo da Grand Place pela Rue Charles Buls, encontra-se outra lenda da cidade, a estátua de bronze de Everard t’Serclaes que dizem que se tocá-la trará sorte no amor,  a fortuna ou na fertilidade. Ele liderou a resistência contra a invasão flamenga à cidade. Devido a pandemia a estátua estava isolada para evitar que as pessoas esfreguem suas mãos na estátua.

Caminhando pelas ruas do centro turístico de Bruxelas mais cenas engraçadas são avistadas o Tintim, a gata na bicicleta, os deliciosos waffles que resolveram mudar de forma em uma das lojas próximas ao Manneken Pis.

O dia revelou-se um belo dia ensolarado, mas por vezes nublado, chuvoso e até granizo tivemos. Um típico dia de Abril com todos os seus ingredientes. Ainda visitamos a loja do Harry Potter, passeamos por dentro de uma livraria, e claro, o meu momento de gastronomia. Não escolhi nada típico do país, nem mesmo a cerveja. Estava com saudades de saborear um ramen, e este estava lindo e saboroso.

Espero que tenham gostado de passear comigo, e até ao próximo post!

Na trilha alegre, Bruxelas

Ainda no caminho da “Street Art”, e desta vez, na trilha do “vive e deixa viver”, é a vez das cores alegres nas proximidades da Rainbow House, na Rue du Marché au Charbon (Kolenmarkt) e Rue de la Chaufferette (Lollepotstraat), em Bruxelas.

IMG_20200312_111149686_HDR

IMG_20200312_111833804_HDR

FB_IMG_1584116571174

IMG_20200312_111929548_HDR

IMG_20200312_111955589_HDR

IMG_20200312_112033472_HDR

IMG_20200312_112130495
Esse mural causou muita polêmica devido aos esteriótipos

IMG_20200312_112245530

IMG_20200312_112923221_HDR

Até ao próximo post!

Pela trilha da BD “Street Art”, Bruxelas

Seguir pelas ruas cômicas de Bruxelas é um bom tônico para suportar os frequentes dias cinzentos. O tempo resolveu fazer sua graça, e fez-se um lindo dia ensolarado. Na calçada encontro duas perguntas:

IMG_20200312_105858076
Rue des Bogards

IMG_20200312_105918254_HDR
Rue des Bogards

Na cidade onde há um museu da banda desenhada/história em quadrinhos (post 2015), no país onde as bibliotecas públicas possuem um espaço dedicado ao gênero, onde nasceu o mestre Hergé que criou o Tintim, onde Peyo (Culford) criou Os Smurfs/Os Estrumpfes, … tinha que trazer a magia dos quadrinhos para a rua.

IMG_20200311_204901583

IMG_20200312_110009010_HDR

IMG_20200312_113552979_HDR

IMG_20200312_120820105_HDR

Itinerário: Rue de La Gouttière, Rue de La Chaufferette, Rue de Bon Secours, Rue de l’ Ecuyer. E há muito mais a ser descoberto!

E as lojas que cultuam esta arte…

IMG_20200312_114149253
Boulevard Maurice Lemonnier

Ou ainda uma loja do Harry Potter…

IMG_20200312_114400472_HDR

Até ao próximo post!

A menina Jeanneke Pis

Quem deseja um dia conhecer Bruxelas incluirá em seu plano uma visita ao Manneken Pis, não muito longe da Grand Place. 

A versão feminina da pequena estátua é menos conhecida e visitada, a Jeanneke Pis. Uma atração turística que não carrega uma lenda como o menino.

Só este ano surgiu a possibilidade de seguir pela rua sem saída, Beenhouwersstraat ou Rue des Bouchers, e encontrá-la encaixada numa parede, protegida por uma grade, e instalada numa altura aproximada de um metro. Fui com cautela, pois lembro que quando estive como turista na cidade, em 2010, fui com muita ansiedade para conhecer o Manneken Pis, e ao chegar próximo foi uma pequena decepção. Nunca imaginei que a estátua do garoto mais conhecido da Bélgica tivesse dimensões tão menores do que as fotos faziam imaginar.

E a foto que tirei transpassando a grade que a protegia, também dão a impressão errada de suas reais dimensões.

Está aqui a menina…

IMG_20200312_121439169

Até ao próximo post!

Boas Festas na Bélgica

Durante as festas de fim de ano as cidades da Bélgica decoram suas ruas principais para aquecer os corações em tempo de muito frio. Os mercados de Natal estão presentes em várias cidades do país. Fora desta tradição encontra-se o centro político de Bruxelas. 

IMG_20191205_100545744_HDR.jpg

IMG_20191205_100720429_HDR


IMG_20191205_103413852.jpg
IMG_20191205_120408018_HDR.jpg
Neste post trago cenas atuais de Leuven e Bruxelas, e a experiência Imersiva Claude Monet que acontece em Bruxelas por estes dias de festas.

LEUVEN:

IMG_20191116_170431545.jpg
centro de Leuven dezembro 2019

IMG_20191116_170755515.jpg
centro de Leuven dezembro 2019

IMG_20191116_171133072.jpg
centro de Leuven dezembro 2019

BRUXELAS:

IMG_20191215_133746689_HDR.jpg
Mercado de Natal – Bolsa de Bruxelas

IMG_20191215_134033936.jpg

 

IMG_20191215_134051020

IMG_20191215_134249063.jpg

IMG_20191215_134907652.jpg

IMG_20191215_153900251.jpg

IMG_20191215_155518141.jpg

EXPERIÊNCIA IMERSIVA CLAUDE MONET (BRUXELAS):

IMG_20191215_140549456.jpg

IMG_20191215_145418602.jpg

IMG_20191215_135106129_HDR.jpg
Loja dos Smurfs em frente ao prédio da exposição Monet

E aproveito para desejar a todos boas festas, e o desejo de voltar a encontrá-los no próximo ano neste espaço com saúde e criatividade, e que a paz deixe de ser um sonho e torne-se realidade neste planeta que é a casa de todos nós, e que por isso devemos protegê-la da ganância por lucros de alguns que, infelizmente, estão no poder. 

E, assim o blog O Miau do Leão vai descansar estas 2 semanas, esperando retornar em Janeiro da próxima década. 

Um 2020 de paz e saúde para todos nós!

 

Maratona de Bruxelas 2018

E cheguei ao mês de outubro. Chegou o dia do 2º turno da eleição presidencial do Brasil, e desloquei-me até Bruxelas, sem saber da mudança de trânsito na cidade devido a Maratona e Meia Maratona da cidade.

IMG_20181028_110334624

Consegui estacionar bem em frente ao local de cotação que estava sem filas, exceto para ir ao toilette. Quando Quando saí do prédio, uma agradável surpresa! A maratona passava onde estacionei o carro, na Avenue Louise.

IMG_20181028_105658220.jpg

Foi a primeira vez que vi uma prova de atletismo, e no caso, a Maratona. Eu fiquei emocionada por ver exemplos claros de superação em pleno frio de outono. Senti-me pequena diante de tanta grandeza.

Um curto filme a seguir:

Até ao próximo post! 😉

Floralia em Bruxelas

Floralia era um festival romano, em honra à deusa Flora, ocorrido no mês de maio e ligado ao ciclo agrário, para consagrar as florações da primavera. Iniciava-se em 28 de abril e se estendia até 3 de maio.

A Floralia ainda existe, pelo menos em Bruxelas. 😊 Eu fui conhecer esta apresentação de flores, e ainda um desfile de trajes venezianos pelos jardins do castelo, no domingo 16 de abril. O evento ocorre de 6 de abril a 6 de maio de 2018 no parque do Castelo de Groot -Bijgaarden, que conta com 14 hectares de mais de 500 variedades, das quais 400 são tulipas. Havia também vendas de flores e equipamentos simples, bem como uma área de lanches e estufas.

Mais antes de irmos para a Floralia, fomos até ao centro de Bruxelas almoçar. E, falar sobre isso já é costume aqui no blog, pois é um assunto que aprecio muito, a culinária. E advinhem! 😊 Fomos matar saudades da culinária cantonesa. Para isso seguimos uma das indicações do tema The 5 most exotic Asian Restaurants, do livro The 500 Hidden Secrets of BRUSSELS, que faz parte de uma coleção de mais 23 livros sobre segredos de cidades pelo mundo. Assim, escolhemos o restaurante Hong Kong Delight, no bairro Dansaert Quarter. Um restaurante simples, mas com uma comida de autêntico sabor. Nossa escolha foi como entrada 2 tipos de Dim Sum (foto), e como prato principal o pedido foi de pato lacado com arroz basmati e couve chinesa, e pato, porco e frango lacado também acompanhado com arroz basmati e couve chinesa (foto).

Depois de visitar a Floralia, retornamos para casa, e fomos saborear sorvetes (foto) numa das 2 melhores sorveterias da Bélgica, a Foubert.  Por acaso, ambas ficam em nossa cidade, Sint-Niklaas. Assim não perco peso, mas fico mais feliz. 😊

O site para mais informações: http://www.floralia-brussels.be/

Vamos ver como foi em fotos e filme, e no fim coloco as fotos saborosas para ficarem com água na boca. 😉

IMG_20180415_155618183_HDR
IMG_20180415_155614378_HDR.jpg
IMG_20180415_155904837_HDR
IMG_20180415_155951753_HDR.jpg
IMG_20180415_155816665.jpg

IMG_20180415_160604400_HDR

IMG_20180415_161031259_BURST000_COVER.jpg
Eu, O Miau

IMG_20180415_160833250_HDR.jpg

IMG_20180415_161549625.jpg

IMG_20180415_161743196-EFFECTS.jpg

IMG_20180415_162244044_HDR

IMG_20180415_162714390_HDR.jpg

IMG_20180415_163006459_HDR.jpg

IMG_20180415_163407835_HDR.jpg

IMG_20180415_164818130_HDR.jpg

IMG_20180415_171358183_HDR.jpg

IMG_20180415_135731182_LL.jpg
Dim Sum

IMG_20180415_135736264_LL
Dim Sum

IMG_20180415_140852527.jpg

IMG_20180415_192446648.jpg

 

Tot ziens! 😉

 

 

Dia de chuva em Bruxelas

Estamos na primavera! Só que esqueceram de avisar ao frio. Ainda andamos à volta dos 7ºC. Um pulo à Bruxelas, para compromissos, em um dia de chuva e o tal frio. Muito trânsito à volta do coração político da cidade, devido a um isolamento policial rigoroso em torno do prédio da Comissão Europeia. Ninguém podia se aproximar, mesmo que estivesse à pé.

Não perdi a oportunidade para colecionar mais fotos desta cidade que é a capital da EuropaIMG_20180322_140511083.jpg

IMG_20180322_123127059_HDR.jpg

IMG_20180322_123523189_HDR.jpg

IMG_20180322_140721590_HDR.jpg.

Tot Ziens! 😉

Baú Aberto 8

Sabor de Nordeste…

Se há algo que não pode faltar na vida alimentar de um nordestino é o queijo coalho.
Em Portugal não era difícil encontrá-lo, mas aqui na Bélgica flamenga, a tarefa não é fácil. Só encontrei num mercado luso brasileiro, em Bruxelas, que vende o queijo coalho em pequenas quantidades.

Então, como diz o provérbio popular “quem não tem cão, caça com gato”. Assim, na falta do autêntico queijo coalho do Nordeste do Brasil, vamos com o queijo Halloumi que é produzido no Chipre, e está sempre na prateleira do supermercado que frequento, bem pertinho de casa. Idêntico sabor, textura, apropriado para grelhar e ainda há a versão com ervas ou sem ervas.

Já não preciso mais cantar como o nordestino Fagner …”Quando penso em você / Fecho os olhos de saudade..

Vamos conhecê-lo?

queijo.jpg

 

 

 

Tot ziens! 😉

 

Audrey Hepburn, 25 anos

No passado dia 20 de janeiro cumpriu-se 25 anos da morte de Audrey Hepburn, atriz que também foi um mito na moda e defendia causas humanitárias.
1516179365_576522_1516183503_noticia_normal_recorte1.jpg

Audrey nasceu em Bruxelas, a 4 de maio de 1929. Filha de uma baronesa holandesa e de um banqueiro irlandês. Em 1939, com o divórcio dos pais, mudou-se para a Holanda com sua mãe e irmãos, na intenção de fugir às tropas nazis. Porém, a Holanda, que era neutra, foi ocupada em maio de 1940, e sua família veio a sofrer dificuldades.

Em 1948 com a desocupação da Holanda, Audrey visitou uma escola de ballet em Londres com intenção de ser aceita para uma vaga.

Em 1952 protagonizou o musical Gigi, que foi  um êxito na Broadway, em Nova  Iorque.

Em 1953 estreou seu primeiro filme em Hollywwod, A Princesa e o Plebeu, e recebeu seu único Oscar por interpretação.  Passando a ser uma grande estrela de Hollywood, confirmada ao estrelar ‘Bonequinha de Luxo‘ em 1961.

Os últimos anos de vida de Audrey Hepburn foram dedicados aos mais pobres, tendo sido nomeada embaixadora permanente da UNICEF em 1987.

1516179365_576522_1516184033_album_normal_recorte1.jpg

Audrey era fluente em inglês, holandês, francês, italiano e espanhol.

Audrey Hepburn faleceu em 20 de janeiro de 1993, vítima de cancro.

Tot ziens!