Arsenal em Bruxelas

Semana passada estive no show do Arsenal na casa de espetáculo Ancienne Belgique, no centro de Bruxelas. Uma noite de chuva fina, frio e com centenas de pessoas da Catalunã (Espanha) a protestar em Bruxelas, formaram uma combinação perfeita para quilómetros de congestionamento. Já estávamos quase a perder as esperanças, mas chegamos mesmo a tempo de beber uma Duvel e entrar para o espetáculo final de uma banda africana. Ufa!

Ainda tivemos sorte e ficamos bem a frente junto a uma caixa de som com quase 3m de altura. Quando a banda belga Arsenal entrou, com um atraso de cerca de 20 min, logo o ambiente tornou-se lotado e com muita vibração para ouvir o novo ‘single’ Amplify.

E, finalmente, conheci a banda que apresentei em um post do passado aqui no blog. Eram 10 pessoas no palco, que junto com a produção de imagens e luzes encheram pela positiva o palco.

Acho que ainda movida pela Duvel, julguei que uma das cantoras do Arsenal, a Leonie Gysel, fosse brasileira, então chamei-a fazendo sinal para vir para o lado do palco que eu estava, ela veio pouco tempo depois e gritei: Brasil! Brasil! Bem, gente, será que só brasileiro para fazer estas cenas ? (muitos risos) O que importa é que ela fez ar de surpreendida e acenou positivamente, e o povo ao meu redor também achou piada; e até uma pessoa veio falar comigo no fim do show e disse… Uau do Brasil! (em holandês). E, o Miau saiu de mansinho. Rsrsrsrsrs

Os produtores Hendrik Willemyns e John Roan do Arsenal lançam uma fórmula de electrónica e pop que produz uma lista de muitos sucessos, que não é possível apresenta-los todos numa noite de show, mas foi possível ouvir ‘Mr. Doorman ‘,’ Lotuk ‘,’ Estupendo ‘,’ Saudade Pt.2’ e outras músicas mais recentes como ‘Melvin ‘e’ Black Mountain (Beautiful Love) ‘.

Eles que já experimentaram com o som brasileiro, abriram o concerto com Amplify que inaugura o “Le nouveau Arsenal” que é fruto da viagem à Nigéria.

Vamos ver como foi esta noite do Arsenal em fotos e vídeos? Então, você vem comigo…

IMG_20171207_205333572
IMG_20171207_205905696
IMG_20171207_210616560.jpg
IMG_20171207_210629034

IMG_20171207_212002961.jpg

IMG_20171207_212024118.jpg

IMG_20171207_213429843

IMG_20171207_221734776

IMG_20171207_221739144

 

 

 

 

 

 

 

Tot ziens! 🙂

Zola Jesus em Bruxelas

 

images
Zola Jesus foto do Google

Na semana passada o Miau do Leão foi à Bruxelas para assistir ao show de Zola Jesus no Beursschouwburg.
Encontrei uma uma noite fria em Bruxelas devido a um insistente vento que se fazia incomodar a todos. Uma Bruxelas parcialmente em obras, ainda em alerta devido a protestos, mas também uma Bruxelas já decorada para as festas de fim de ano e com animação de pequenos mercados de Natal espalhados um pouco pela cidade.
Chegamos um pouco cedo, e ainda deu tempo de apreciar o mercado de Natal próximo e beber um bom vinho quente. Foi a minha primeira experiência de concerto em Bruxelas. Confesso que estava ansiosa, e ainda tive que subir vários lances de escada até chegar ao último piso (ufa!), onde há um bar, uma esplanada com vista exterior, wc (0,40€) e a sala do concerto.Antes do concerto da Zola Jesus tivemos como abertura a apresentação de Devon Welsh, do Canadá. Eu não estava à espera, ele canta muito bem com acompanhamento musical ou não. Uma espetacular voz. Um visual simples, calça jeans preta e t-shirt branca. Não quis cantar no palco, desceu até nós, foi brilhante. Ele também faz apresentações em duo com Matthew Otto formando o Majical Cloudz. Estava muito próximo a nós e não quis incomodá-lo com fotos e filmagem. Foram o tempo todo pontuais e minutos depois entra a Zola Jesus, literalmente de gatas. A sala estava lotada com várias gerações e com um público eclético.
Zola Jesus é o seu nome artístico, criado por ela ainda na adolescência como forma de afastar colegas indesejáveis da escola. E, resultou! Seu verdadeiro nome é Nicole Hummel (1989), também conhecida como Nika Roza Danilova (herança russa). Ela é americana com ascendência russa. Sua música tem inspirações nos géneros industrial, gótico, dark wave entre outros. Ela estudou francês e filosofia na University of Wisconsin-Milwaukee.
Li entrevista que ela não se sente confortável em show ao vivo por lhe causar muita ansiedade e por ser muito tímida, e que somente faz shows por amor aos seus fãs.  Aliás, ela falou um pouco com a platéia, mas logo pediu desculpas, pois sente-se melhor a cantar do que a falar. O Show foi espetacular, imaginem se ela não fosse tímida! 🙂 Você pode conhecê-la mais em www.zolajesus.com

Fiquem com algumas imagens do show e alguns vídeos que também estão no canal O Miau do Leão, do YouTuBe.

IMG_20171127_195137758.jpg
Perto da Bolsa de Bruxelas

 

IMG_20171127_193250046.jpg
Apresentação na rua de grupo da Malásia

 

IMG_20171127_194222314
Vinho quente (2,50€) em copos ecológicos que devolvidos recebem 1€ de retorno
IMG_20171127_193515516.jpg
Beursschouwburg
IMG_20171127_201217170-EFFECTS
Vista a partir do local do espetáculo
IMG_20171127_201333571
Ao fundo prédio da Bolsa de Bruxelas
IMG_20171127_222348137
Zola Jesus no palco

IMG_20171127_223302636.jpg

 

 

 

 

 

Tot ziens! 😉

Ninguém resiste…

Ninguém resiste ao sabor de uma “frituur” belga. Nem mesmo ela, Angela Merkel!
A conhecida “Maison Antoine”, na praça Jourdan em Bruxelas, viveu momentos de agitação com a presença da chanceler alemã que encomendou 45 pacotes de batata frita e 40 coberturas para ela e seus colaboradores. A chanceler escolheu o molho “andalouse”. E que também é o meu preferido. 🙂
Ela estava com fome e não quis esperar para o jantar. Achou as batatas fritas incríveis, e prometeu voltar!

Para conferir como foi, veja o vídeo ao clicar em: http://deredactie.be/static/embed/?permalink=1.2577858

merkel
Frituur – Maison Antoine, Google
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Frituur – Maison Antoine

Tot ziens! 😉

Viajando no Mundo da História em Quadrinhos

Um espaço belga que cativa a todos que nele entra é, com certeza, o Museu da História em Quadrinhos (ou da Banda Desenhada – universo lusófono). Um pouco da alma de um povo está ali representada através da criatividade que atravessa os tempos com seus personagens, criadores e as mais diversas técnicas desenvolvidas ao longo da história da arte dos quadrinhos.

Desde 1989, neste palco situado no coração de Bruxelas, pessoas de todo o mundo aprendem e deslumbram-se com uma arte que nasceu nos tempos primitivos com a necessidade de comunicação do ser humano e a vontade de expressar o seu tempo. Nele, os visitantes estrangeiros podem percorrer o recinto acompanhados de um guia que pode ser obtido na receção do museu ou também através do seu site em vários idiomas disponíveis. http://www.comicscenter.net/en/home)

Logo à entrada da exposição somos levados ao encontro de primitivos registos dos quadrinhos (banda desenhada), e daí a surpresa de encontrar citações até mesmo no Brasil (Piauí e São Paulo), passando por registos na Idade Média com os monges copistas, a revolução que foi a imprensa e até aos tempos atuais com a história em quadrinhos como um mercado económico destacável.

Piauí
Piauí
São Paulo
São Paulo

Composto de exposições permanentes e temporárias num ambiente projetado pelo arquiteto belga Victor Horta, em que outrora existiu um comércio de tecidos e estofos até 1970, é, sem dúvida, um magnífico exemplar da Art Nouveau – madeira, metal e vitral encaixam-se em bela harmonia.

A história em quadrinhos (banda desenhada) cresce sob o lápis e a tinta nos seus primeiros passos a preto e branco, em seguida aplica-se a cor, a arte digital, a arte da capa e a arte da edição.

Percorrendo o museu aprendemos sob os diversos géneros existentes, daí temos contacto com o humorístico, o realista, o expressionista, o romance gráfico, para as crianças, para os adolescentes, familiar, histórica, heroico-fantasia, ficção científica, didática, fábulas de animais … E nunca vislumbrei tanta imensidão de estilos!

E, claro, que por toda a visita vamos sendo conduzidos por alguns personagens que fizeram parte de um pouco das nossas vidas. Assim, logo à entrada, Tintim e sua turma nos espera. Fiquem a saber que na Bélgica flamenga, ele é o Kuifje !

No primeiro piso do museu ainda encontrará uma loja para compra de souvenirs e história em quadrinhos (banda desenhada) em vários idiomas. E, ainda, ao lado do museu poderá desfrutar da Brasserie Horta. Ao sair do museu, talvez venha a sentir que a exposição continua pelas ruas de Bruxelas, mas sobre tal sensação contarei em próxima oportunidade.

Tot ziens! 🙂

Museu da Banda Desenhada
Centre Belge de La Bande Dessinée
Belgisch Stripcentrum
Rue des Sables 20, 1000 Bruxelle

Placa Polémica

Atenção! Travessia de Idosos
Atenção! Travessia de Idosos

Esta placa de sinalização é uma novidade na Bélgica, mas já é utilizada em outros países, como na vizinha Holanda. Ela alerta para a passagem de idosos.

Em Beersel (próximo à Bruxelas), a sua colocação gerou alguma polémica. Instalada próxima a um lar de idosos com finalidade de facilitar o dia-a-dia foi capaz de dar motivos a muita discussão.

Há quem critique apenas o desenho com a forma masculina a apoiar-se sobre uma bengala e com ajuda de uma forma feminina igualmente idosa, o que gera, segundo alguns, alguma discriminação.

Mais há quem chame a atenção para o perigo dos municípios criarem novos sinais de trânsito que não são ensinados na formação de condução, considerando-o ilegal.

Em Beersel
Em Beersel

Bem, por alguns minutos, os idosos, como o casal da foto acima, devem ter sentido alguma segurança ao atravessar a passadeira para a sua caminhada e algum respeito pela sua condição, mas com tanta polémica criada à volta, já não sei.

A Bruxelas Encantadora

Brussel (flamengo), Bruxelles (FR)

Até parece que tudo já se falou de Bruxelas e de suas atrações, mas o que não posso deixar de repetir é que a cidade continua a encantar e cativar quem a vem visitar.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Importante centro da política europeia e internacional, parece ser uma cidade séria, mas na verdade é uma agradável e bela cidade, repleta de arte, história e atrações turísticas             OLYMPUS DIGITAL CAMERA     OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E, também com um atraente comércio…

                OLYMPUS DIGITAL CAMERA

     OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vamos começar o passeio não pela maior praça da Bélgica, mas com carteza a mais bela do país … a Grand Place (FR) ou Grote Markt (flamengo).

Seus edifícios de arquitetura da renascença flamenga rodeiam a todos num abraço de esplendorosa beleza, com instituições, restaurantes e lojas que convidam a nossa curiosidade.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

                 OLYMPUS DIGITAL CAMERA

  OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mais para fazer uma refeição neste coração de Bruxelas recomenda-se calma e paciência, pois a cidade tem a fama verdadeira de ser cara.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E por falar em “cara” … não se pode deixar de visitar e revisitar as famosas Galeries Royales Saint Hubert (FR) ou Koninklijke Sint-Hubertus Galerijen. Este “shopping” do séc. XIX com cobertura em vidro faz-nos sonhar com suas luxuosas lojas como a casa de chocolates Neuhaus e pelos café Taverne Du Passage.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Bem, o simpático menino continua com sua irreverência a fazer xixi para conquistar a todos. E ainda bem! Bem perto do Grote Markt, a pequena estátua em bronze do Manneken Pis espera paciente para que tirem fotos, e em seguida, fiquem por ali a comerem deliciosos waffles e outras delícias.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

        OLYMPUS DIGITAL CAMERA         OLYMPUS DIGITAL CAMERA

   OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Não é a estátua original, mas sim uma cópia. A original foi roubada em 1817, por um ex-condenado, que após o roubo despedaçou-a.

Há muitas versões sobre a existência desta estátua. Há quem afirme que no final do século XII, o filho de um duque, foi encontrado a fazer xixi contra uma árvore no meio de uma batalha, e assim a estátua passou a ser o símbolo da coragem militar dos belgas.

Mais também há quem diga que um menino salvou a cidade  de um incêndio com o seu xixi, apagando a chispa de uma bomba inimiga. E ainda, há quem afirmem que um rico burguês da cidade perdeu seu filho nas ruas do centro, e finalmente, o encontrou na posição em que se encontra a estátua hoje.

O Tintin e o seu cão Milou criados pelo artista belga Hergé são um dos heróis nacionais. E as bandas desenhadas são uma grande paixão para os belgas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

E, para finalizar, as outras paixões belgas…

OLYMPUS DIGITAL CAMERA  OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Frituur
Frituur

Tot Ziens!