Teulada

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Paisagem próxima à Teulada

O caminho até esta pequena, mas simpática comunidade do Sul da Sardenha não foi muito agradável para mim. Bem, a paisagem é belíssima, mas sofri um bocadinho com as curvas. Foram mais de 200 curvas desde Domus de Maria até Teulada. No entanto, digo-vos que vale a pena o sacrifício. A simplicidade desta cidadezinha comove e nos cativa, pois há um gosto de infância que para mim recorda alguma cidade do interior do Nordeste brasileiro.

Andar sossegadamente entre as ruas de Teulada é descobrir a simplicidade em viver. Em suas casas floridas e coloridas, em algumas uma forte presença religiosa, é revelada em seu exterior. É andar pelas ruas e ser ainda surpreendido com um “buonasera”, deste encantador idioma.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Centro de Teulada
P8090959.JPG
Uma rua em Teulada
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Frente de uma casa em Teulada

Ir a uma gelateria artesenal conjugada com toda uma arquitetura de simplicidade à volta e saborear um delicioso gelato por apenas 1,20€. Passar em frente a uma banca de feira e comprar um torrone típico e caseiro. Jantar a um restaurante e sentir o verdadeiro sabor italiano numa pasta com tomates e mexilhões.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Produtos regionais

Mais a cidade de Teulada é pequena em suas dimensões, mas um gigante na importância para a Sardenha. E tal, vai desde o turismo com a existência de bons restaurantes e da praia de Teurredda; motivações históricas desde os fenícios, passando por batalha durante a Segunda Guerra Mundial entre a frota britânica e italiana, até a presença atual de uma base da NATO. E, também na motivação religiosa com forte tradição durante as festas religiosas ao longo do ano.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Bons restaurantes em Teulada

GPS 38º58’04.4″N 8º46’17.6″E

Tot ziens! 😉

Destino: Sardenha, Itália

Voltei das férias! 🙂

O destino foi o Sul da Sardenha.

Não consigo resistir e O Miau do Leão que é uma pequena voz na Flandres vai escrever sobre uma terra além do seu limite geográfico flamengo. E porquê? Porque a Sardenha é belíssima ! Uma terra amada pelo seus habitantes que fazem questão de ter sua bandeira presente como motivo de orgulho.

Bandeira da Sardenha - Google Imagens
Bandeira da Sardenha – Google Imagens

O ponto fixo no Sul foi a localidade turística de Chia, e a partir daí várias praias ao Sul e pequenas aldeias foram motivos de encantamento.

Sobre tudo que conheci e descobri será contado em próximos posts, porque agora é momento de organizar a vida, após recarregar bateria com o forte abraço do astro Sol, praias lindas de água morna e clara, e simpáticos peixinhos.

Mais para adiantar os assuntos que se seguirão, ainda neste post desejo falar sobre 4 aspectos que notei nesta viagem: descoberta, novidade, verdade e paixão.

Descoberta:

Uma praia em que é permitido cães chamada Spiaggia Sa Canna. Infelizmente, esqueci-me de tirar uma foto, pois tinha pressa de logo chegar a melhor praia que já conheci na Europa até o momento.

Novidade:

Sorvete para cães numa gelateria em Pula. Já deu para sentir como os cães são tratados. Aliás, um com ar muito simpático andava a circular entre as mesas da esplanada dos vários restaurantes do centro de Pula.

Verdade:

Ainda não foi desta vez que mudei a minha opinião sobre a culinária italiana. Segunda vez em terras italianas, 5 cidades visitadas e continuo a dizer: comi melhor comida italiana fora da Itália.

Paixão:

Foi muito bom sentir que apesar das dificuldades que o Brasil atravessa ao longo de sua jovem história, é um país muito querido. Encheu-me os olhos de alegria ao ver a bandeira do Brasil em várias formas e lugares.

Google Imagens
Google Imagens

Esta linda bandeira foi avistada por mim em t-shirt dentro do avião da Alitalia (escala Milão-Amsterdão), em outra t-shirt numa das ruas de Pula, numa saída de banho na praia Chia, num calção de banho de um adulto na praia Campana, num calção de banho de um menino que falava italiano e parecia gostar muito de futebol na praia Tuerreda, numa toalha de praia em Cala Cipolla, numa toalha estendida na varanda de uma casa na aldeia de Domus de Maria, e no meu chapéu. 🙂 Ah, na escala Cagliari-Milão, a viagem foi de Embraer. 🙂

Então, aguardem os próximos posts sobre a Sardenha.

Tot Ziens ! 🙂