Clarice Lispector XL

Para conhecer a escritora Clarice Lispector seguem sínteses de 4 crônicas da escritora para o Jornal do Brasil.

A tempestade de 28 de Março, domingo

Clarice Lispector relembra um domingo, 28 de Março. Jogo Botafogo e Vasco, no Maracanã. Calor. Praia. Ela rezou por chuva.
Combinou com uma amiga de ir no Açude da Solidão, na Floresta da Tijuca*, mas previu que algo ruim estava para acontecer. Não quis ir à Floresta da Tijuca. Decidiram dar uma volta de carro e ir até ao Leblon visitar a igreja da Lagoa. O céu escureceu. A natureza respondeu a sua reza por chuva com fúria. O carro ficou cercado de água e lama. Com dificuldade chegou em casa. Preocupou-se por seus familiares como um filho que estava no jogo de futebol. Seu telefone não funcionava. Finalmente alguém da família telefonou e estavam todos bem. Voltou a rezar pelo filho, e de repente, sentiu uma grande calma. Disse à amiga que podia ir para a casa dela, pois ia dormir. Deixou mensagem ao filho e foi dormir confiando em Deus.


A prof. Teresa Monteiro, autora do livro O Rio de Clarice, indica 5 lugares na cidade do Rio de Janeiro que Clarice adorava ir:
Jardim Botânico,
Floresta da Tijuca,
Praia do Leme,
Largo do Boticário,
Parque Lage.

Só como processo 

Não apenas uma receita ou processo, a verdade que não tem bem nem mal: “Julgar de acordo com o bem e o mal é o único método de viver.”

Seguir a força maior

Este é o nosso livre-arbítrio:
Ser livre: Seguir o próprio determinismo.
Prisão: Seguir um destino que não fosse o próprio.

Uma revolta

Clarice Lispector: “Quando o amor é grande demais torna-se inútil: já não é mais aplicável, e nem a pessoa amada tem a capacidade de receber tanto. Fico perplexa como uma criança ao notar que mesmo no amor tem-se que ter bom senso e senso de medida. Ah, a vida dos sentimentos é extremamente burguesa.


Até ao próximo post!

Clarice Lispector V

As grandes punições 

Clarice estudou no Jardim de Infância do Grupo Escolar João Barbalho, em Recife. Foi lá que fez o seu primeiro amigo, o colega Leopoldo.

14192668_1820015401472335_7211203396852785912_n
Grupo Escolar João Barbalho

Tinham os dois boas notas, menos em comportamento. Eram impossíveis! Certo dia, Clarice começa a soluçar baixinho ao ouvir a professora chamá-la e ao Leopoldo também. Era para fazer um teste de avaliação avançada, a punição divina.

Clarice pensava ter nascido com o pecado mortal. Leopoldo tranquilo consolava Clarice, que nem sabia o que era exame, pois nunca tinha feito. Afinal, ela estava no 1° ano e faria uma avaliação do 4° ano.

Quando a professora disse: Agora! Clarice e seus soluços abafados aumentaram. Leopoldo, sempre atencioso com a menina Clarice, orientava-a. Foi graças ao Leopoldo que Clarice quis para o resto da vida a proteção masculina.

Clarice não conseguiu escrever uma única palavra, papel ensopado, lágrimas que não a deixavam enxergar, e a professora disse: Chega!

Clarice fez o 3° ano primário no Ginásio Pernambuco e voltou a encontrar Leopoldo.
Quando estava no 3° ano do ginásio, sua família mudou-se para o Rio de Janeiro. Só voltou a ver Leopoldo, já adultos, uma vez e por acaso, na rua.

ginasiopernambucano
Ginásio Pernambucano

Estes dois amigos de infância tornaram-se impossíveis, mas de outra forma. Ele é Leopoldo Nachbin, foi um dos grandes matemáticos. Um dos teoremas de Análise Complexa recebe o seu nome, Teorema de Nachbin.

leopoldo
Leopoldo Nachbin

P.S.: Leopoldo Nachbin, filho de judeu polonês/polaco e judia austríaca, nasceu no Recife em 1922, e faleceu no Rio de Janeiro em 1993. Teve dois filhos,  o jornalista Luís Nachbin, e o matemático André Nachbin.

Até ao próximo post! 😉

Clarice Lispector V

alma-c.jpeg
Elisa (Leah), mãe Marieta (Mania) e Clarice (Chaya)

Medo da eternidade

A ideia de eternidade surgiu na vida de Clarice em forma de chiclete. Nunca se acaba, parece história de príncipes e fadas que dava medo. Sua irmã mais velha comprou-lhe o seu primeiro chiclete. Era cor de rosa, e ao perder o sabor transformou-se em cinzento. Pareceu-lhe o elixir do longo prazer. No entanto, não foi bem assim que sentiu a novidade, e então deu um jeito de se livrar da massa cinzenta, mentindo para a irmã, que lhe prometeu dar outro em breve. Clarice sentiu algum remorso pela mentira.

P.S.: A irmã mais velha chamava-se Leah, mas quando emigrou da Ucrânia para o Brasil teve o seu nome alterado para Elisa. Ela também foi escritora e publicou sete romances e três livros de contos. Elisa Lispector faleceu no dia 6 de janeiro de 1989. Clarice Lispector a 9 de dezembro de 1977. Eram 3 irmãs: Elisa (Leah), Clarice (Chaya) e Tanya (a única da família que não teve o nome alterado). A irmã Tanya Lispector está atualmente com 104 anos.

Clarice I
Clarice II
Clarice III
Clarice IV

 

 

Clarice Lispector IV

 

clarice-lispector-crianca.jpg

Cem anos de perdão

Clarice quando era criança gostava de roubar rosas dos grandes jardins dos palacetes em alguma rua do Recife. Ela elaborava um plano cheio de paixão para capturá-la. A menina Clarice também gostava de roubar as escondidas pitangas, e dizia para si mesma que ladrão de rosas e pitangas tem cem anos de perdão.

 

 

Clarice I
Clarice II
Clarice III

 

Clarice Lispector I

 

Depois de um surpreendente período de férias de verão, o blog “O Miau do Leão” retorna a este espaço virtual. E o primeiro post desta volta será sobre literatura brasileira. Nada mais, nada menos, que Clarice Lispector. Vem comigo! 😉

 

images

Com a leitura de Aprendendo a Viver, que é uma seleção de A Descoberta do Mundo, onde foram transcritas em ordem cronológica todas as crônicas de Clarice Lispector publicadas no Jornal do Brasil, comecei a conhecer e construir o perfil desta autora, que conseguiu ser inteligência, instinto, encantadora, misteriosa, inteligentemente divertida,… Tudo numa só pessoa!

Serão incontáveis posts que ainda estou a construir, e que serão intercalados com posts de outros temas.

Vem conhecer comigo a Clarice, passo a passo, aos pouquinhos, sem pressa, porque tudo que é delicioso deve ser assim degustado.

Até ao próximo post! 😉

P.S.: Segue O Miau do Leão também no Instagram e Facebook.