Clarice Lispector V

As grandes punições 

Clarice estudou no Jardim de Infância do Grupo Escolar João Barbalho, em Recife. Foi lá que fez o seu primeiro amigo, o colega Leopoldo.

14192668_1820015401472335_7211203396852785912_n
Grupo Escolar João Barbalho

Tinham os dois boas notas, menos em comportamento. Eram impossíveis! Certo dia, Clarice começa a soluçar baixinho ao ouvir a professora chamá-la e ao Leopoldo também. Era para fazer um teste de avaliação avançada, a punição divina.

Clarice pensava ter nascido com o pecado mortal. Leopoldo tranquilo consolava Clarice, que nem sabia o que era exame, pois nunca tinha feito. Afinal, ela estava no 1° ano e faria uma avaliação do 4° ano.

Quando a professora disse: Agora! Clarice e seus soluços abafados aumentaram. Leopoldo, sempre atencioso com a menina Clarice, orientava-a. Foi graças ao Leopoldo que Clarice quis para o resto da vida a proteção masculina.

Clarice não conseguiu escrever uma única palavra, papel ensopado, lágrimas que não a deixavam enxergar, e a professora disse: Chega!

Clarice fez o 3° ano primário no Ginásio Pernambuco e voltou a encontrar Leopoldo.
Quando estava no 3° ano do ginásio, sua família mudou-se para o Rio de Janeiro. Só voltou a ver Leopoldo, já adultos, uma vez e por acaso, na rua.

ginasiopernambucano
Ginásio Pernambucano

Estes dois amigos de infância tornaram-se impossíveis, mas de outra forma. Ele é Leopoldo Nachbin, foi um dos grandes matemáticos. Um dos teoremas de Análise Complexa recebe o seu nome, Teorema de Nachbin.

leopoldo
Leopoldo Nachbin

P.S.: Leopoldo Nachbin, filho de judeu polonês/polaco e judia austríaca, nasceu no Recife em 1922, e faleceu no Rio de Janeiro em 1993. Teve dois filhos,  o jornalista Luís Nachbin, e o matemático André Nachbin.

Até ao próximo post! 😉