5º dia: … em Kowloon

Continuando sobre o 5º dia… Após a visita ao Nan Lian Garden fomos tentar almoçar, mas sem sucesso. O shopping ao lado com muitos restaurantes, mas todos lotados e alguns mesmo com filas. No dia seguinte foi que percebemos que se tratava de um de feriado, uma espécie de dia de finados, mas como todo o comércio estava aberto, não nos apercebemos disso. Assim, decidimos retornar para a região do hotel pensando que íamos ter mais sorte.

Foi neste retorno à base que nos chamou a atenção a riqueza da pastelaria e confecção de pão por parte dos chineses. Em Abril, eu estava fazendo ainda um curso de pastelaria, e as imagens abaixo deu-me muita inspiração.
IMG_20180405_153051595.jpg
IMG_20180405_153123104.jpg
IMG_20180405_154817115.jpg
IMG_20180405_154858132.jpg

Passamos também por um mercado de flores. E, estavam muitas pessoas a comprarem. Sim, tínhamos passado por ali antes, mas não estava com tanto movimento, e assim nem percebi que se tratava de um mercado.

IMG_20180405_153231642.jpg
IMG_20180405_153252209.jpg
IMG_20180405_153310364.jpg
IMG_20180405_153323744.jpg
IMG_20180405_153601923.jpg
IMG_20180405_153707412

Até que, finalmente, chegamos no restaurante que havíamos escolhido para comer dim sum. E não é, que o restaurante também estava com fila!! :)) Começamos a desconfiar que algo estava a se passar e estávamos completamente por fora do assunto. Como eu disse, no 6º dia de viagem é que ficamos a saber o motivo, e vou explicar como é que descobrimos que era dia de finados.

Fomos à procura de outro restaurante dim sum. Como já falei em outro post, usamos a linguagem universal da mímica. Os chineses, sabendo que somos estrangeiros, trazem um menu especial com imagens e nome da carne que contém o prato. Os pratos sempre serviços com chá verde sem açúcar. Eu gosto de chá, mas sem pelo menos um adoçante é complicado. Rsrsrs Ok, embarquei no costume local, e sabe que até gostei! Essa situação fez-me lembrar uma cena de minha infância quando os meus pais, em visita a uma cidade, foram convidados a se hospedarem em casa de pessoas conhecidas sem saberem que eram seguidores da alimentação macrobiótica. Rsrsrs Graças a minha forma de ser, só eu não passei fome. Rsrsrs

Eu provei de tudo, apesar de com muita pena por serem bonitinhos e fofinhos.
IMG_20180405_151609416.jpg

IMG_20180405_145327907.jpg
dim sum

 

IMG_20180405_145743001.jpg
Rolos de arroz, acho eu. rsrsrs

Na retorno ao hotel passamos por uma ação coletiva de pintura de um muro com uma mensagem de conscientização pela paz.
IMG_20180405_152430687.jpg

Já que gostamos de provar o dim sum, à noite repetimos e avançamos no pedido. Foi quando provei uma espécie de arroz com carne envolto numa flor de lotus. pela quantidade de pratos sentimos que houve algum engano ou de nossa parte ou do senhor que nos serviu. :))

IMG_20180405_221552693.jpg
Não se preocupar. Depois entregam um menu para turistas. 🙂

IMG_20180405_222224759.jpg
IMG_20180405_223541318.jpg

IMG_20180405_224104925.jpg

IMG_20180405_224217877.jpg
Ao lado direito era umas tripas que não gostei :))
IMG_20180405_224223773.jpg
bolo de arroz e carne em volto em uma flor de lotus. Saboroso!

IMG_20180405_224923539.jpg
IMG_20180405_224930204.jpg

IMG_20180405_232249601.jpg
O restaurante da noite

Até ao 6º dia desta viagem à Hong Kong!

 

 

 

Anúncios