Uma praia na Holanda II

Aproveitando a onda de calor que se faz na Europa fui à praia na Holanda durante esta semana. Sendo que desta vez para o lado direito da praia que falei neste post (aqui).

Você, talvez, se pergunte o por quê de ir à praia na Holanda e não na Bélgica.

Algumas razões:

– a cidade que vivo tem como “quintal” a Holanda.
– As praias belgas acessíveis, infelizmente, os prédios chegam até a costa, e as praias holandesas não. É bem verdade que apesar dos prédios tão próximos, o trânsito vai até uma quasra atŕas, mais ou menos.
– Para chegar numa praia belga enfrentamos mais tráfego do que para uma praia holandesa.
– Estcionamento pago mais organizado e com mais vagas na Holanda.

Vamos ver mais um filme da praia Groede Strand (mais à Norte), em BreskensHolanda.

Até ao próximo post! 😉

A gaivota

Durante esta semana que está terminando, retornamos à praia. Fomos, novamente, à praia que falei no post Uma Praia na Holanda. Ir à praia faz-nos muito bem. É preciso encher a “bateria” de vitamina d para enfrentar o Outono e Inverno. Se bem que tenho muito mais dificuldade em atravessar o Outono do que o Inverno. É algo que já começa a mexer comigo.

IMG_20180807_135304668

Chegando à praia, de frente para o mar, vi esta cena (foto). Não resisti e resolvi partilhá-la convosco. Eu gosto muito de observar as aves, e a gaivota é uma das minhas preferidas. Tenho fotos de gaivotas em Haia, em Lisboa, em Londres, … Eu não posso ver uma gaivota! Rsrsrsrs

Ao chegar à casa e observar melhor a foto, lembrei de uma música da fadista do povo Amália Rodrigues, e que em 2009 foi relançada em versão pop, pelo grupo português The Gift. É um grupo que gosto muito de ouvir, que canta com mais frequência em inglês, mas para homenagear a querida Amália tinha que cantar em português. 😊

Vai neste post a versão pop e a original de “A Gaivota”.

Versão pop:

 

Versão original:

Até ao próximo post! 😉

Uma praia na Holanda

O dia seguinte ao passeio (domingo), em Durbuy, fez-se também um lindo dia com expectativa de 30ºC. Olhamos um para o outro: ficar em casa? Nem pensar! É verão! 🙂

Decidimos ir à praia. A mais viável e próxima para um lindo domingo era na Holanda. Seguimos em direção à praia de Groede Strand, a 1h e 10 min de casa.

A Holanda é um país ao qual gosto muito de ir. Eles são muito bons em engenharia civil. Estradas que mais parecem um tapete e bem sinalizadas. Quase perfeitas vias para ciclismo até à praia. Áreas que foram drenadas e que fizeram surgir novas terras para plantio e para viver. Utilização de energia limpa.

A urbanização não chega próximo à praia. Muitas pessoas utilizam a bicicleta para curtir a praia. Por isso há estacionamentos para carros (pagos) e estacionamentos gratuitos para bicicleta.

Há uma proteção em areia e plantas, que ultrapassamos através de uma escadaria, em seguida encontramos uma pista de bicicleta e só depois chegamos à praia.

IMG_20180715_132518538.jpg

IMG_20180715_132820118.jpg

Logo à entrada há um quadro com todas as informações do tempo, mar e qualidade da água. Ao lado uma casa dos salva-vidas e mais à frente um restaurante. No areal há um parque para crianças e várias casinhas que imagino que sejam alugadas.Os salva vidas eram bem atuantes com moto náutica. O sorvete chega num pequeno carro. No mar estavam alguns barcos à vela, e também era passagem de vários navios de mercadorias.

IMG_20180715_181735516.jpg

IMG_20180715_165412452.jpg

IMG_20180715_154730937.jpg

A água estava na temperatura ideal para minha grande surpresa que imaginava estar bem fria. A tonalidade da água lembrou-me as praias do Norte de Pernambuco. Foi o meu primeiro mergulho no mar do Norte. E voltaremos!

IMG_20180715_175833240_BURST000_COVER_TOP.jpg

Conheça esta praia holandesa em fotos e filme que fiz. Vem comigo! Espero que gostem. 😉

😉