De Gedichtendag 2016

download

É o dia das poesias comemorado na região flamenga da Bélgica desde o ano 2000, e sempre na última quinta-feira do mês de Janeiro. A partir do ano 2013 passou a ser o primeiro dia da semana da poesia. Assim, em 2016, o dia da poesia foi no passado dia 28 de Janeiro.
Eventos e atividades são organizadas por toda a região para que todos possam ter contato com a poesia, bem como ter a oportunidade de elaborá-la e fazê-la ser divulgada. Participam escolas, bibliotecas, livrarias e até mesmo empresas são convidadas a espalhar o amor pela poesia.
E mais sobre a semana da poesia pode ser conhecida no web-site www.poezieweek.com E, informações sobre as edições anteriores em www.poeziecentrum.be
Com pouco tempo a viver na Flandres, ainda tenho muito a conhecer sobre a poesia flamenga e seus poetas. No entanto, o importante é participar ! E assim, no grupo Babilonië, também colaborei para viver o dia da poesia. Não foi fácil escolher uma poesia da literatura brasileira e portuguesa e tentar traduzi-la. Não apenas porque ainda sou uma aprendiz do nível básico do neerlandês, mas porque é difícil expressar o original do sentimento de uma poesia em outro idioma, e ainda tentar conservar a musicalidade da rima.
Tentei ousar, desafiei-me e criei uma singela poesia em neerlandês em homenagem aos meus filhos. Com o pensamento em português, o dicionário e a gramática ao lado, lá foram surgindo os versinhos.
Li todas as poesias com falhas de pronúncia, mas com muito gosto. No próximo ano espero fazer melhor. Também ouvi, no grupo Babilonië, e com muito gosto, poesias de outros colegas participantes. O resultado desta manhã de poesia mostro-vos a seguir.
Fiquei sensibilizada com a importância que os flamengos dão a poesia, uma verdadeira paixão com muito respeito, que resolvi embarcar neste mundo poético e com este post darei início a divulgação de poesias flamengas.

E viva a poesia !

Tot ziens! 😉

No meio do caminho In het midden van de weg
(Carlos Drummond de Andrade)

No meio do caminho tinha uma pedra In het midden van de weg was er een steen
Tinha uma pedra no meio do caminho Er was een steen in het midden van de weg
Tinha uma pedra Er was een steen
No meio do caminho tinha uma pedra. In het midden van de weg was er een steen.

Nunca me esquecerei desse acontecimento Ik zal nooit vergeten dit evenement
Na vida de minhas retinas tão fatigadas. In het leven van veel moe netvliezen.

Nunca me esquecerei que no meio do caminho Ik zal nooit vergeten dit evenement
Tinha uma pedra Er was een steen
Tinha uma pedra no meio do caminho Er was een steen in het midden van de weg
No meio do caminho tinha uma pedra. In het midden van de weg was er een steen.

Arte de amar Kunst van houden van
(José Saramago)

Metidos nesta pele que nos refuta Op de huid dat ons tegenspreken
Dois somos, o mesmo que inimigos Wij zijn twee, gelijk aan vijanden
Grande coisa, afinal é o suor Grote ding, zo het is het zweet
(Assim já o diziam os antigos): (Zo al zeiden hun de ouden):
Sem ele, a vida não seria luta, Zonder hem, het leven zou niet een strijd zijn,
Nem o amor amor. En de liefde ook niet de liefde.

Mijn zoontjes (Meus filhinhos)

Ik ben een moeder Eu sou uma mãe
ik heb twee vogeltjes Eu tenho dois passarinhos
zij eten graag chocoladepoeder Eles gostam de comer chocolate em pó
zij zijn ook uiltjes. Eles são também corujinhas.

Zij openen zijn oogjes Eles abrem seus olhinhos
het is nog donker en koud É ainda escuro e frio
maar het lijkt als regenboogies Mais parece como arco-íris
zij kosten meer dan goud. Eles valem mais que ouro.

Zij zijn kampioenen Eles são campeões
zij schaken Jogam xadrez
met veel visioenen Com muitas visões
hun spel maken. O jogo deles fazem.

Zij hebben enkele bekers Eles têm algumas taças
zijn leus is melden Seu lema é participar
wij zullen proberen Nós vamos tentar
zij zijn mijn helden. Eles são meus hérois.

Kat en Hond
(Eric van Britsom)

Ik hou niet van honden, Eu não gosto de cães,
en ook niet van paarden. e também não de cavalos.

Honden en paarden doen teveel Cães e cavalos fazem muito
wat mensen zeggen. o que as pessoas dizem.

Poezen niet, Gatinhos não,
zij doen hun eigen ding. Eles fazem as coisas próprias deles.

Alleen, altijd onvoorspelbaar, Apenas, sempre imprevisível,
en af en toe: poeslief. e ocasionalmente: amável.

Museu em Temse

Fui visitar o Gemeentemuseum de Temse que é o museu municipal. Há uma exposição permanente dedicada ao município, ao rio Schelde e ao antigo castelo que existia na cidade, abordando aspectos do passado através de mapas, publicações, fotos, obras de artes e mais alguns detalhes.

Conquistou-me a iniciativa em preservar a história de um município mesmo que de pequenas dimensões. Por isso, venho apresentar um pouco deste museu. O que mais impressionou-me foi o cuidado com a caligrafia das cartas e documentos, talvez esse detalhe da visita seja uma característica de um povo que já observei que raramente escreve em “letra de imprensa”; e suas crianças, ainda no terceiro ano da escola primária exercitam a caligrafia em cadernos específicos.

Sempre vale a pena conhecer o passado de um povo para entender alguns aspectos do seu presente.

Gemeentemuseum Temse
Kasteelstraat 16
Entrada gratuita

Tot ziens! 🙂

Viva o 21 de Março !

21 de Março é o  dia internacional de luta pela eliminação da discriminação racial ! Celebrado nesta data em memória ao Massacre de Shaperville (África do Sul).  Um triste acontecimento resultou numa data que hoje comemora-se com beleza e harmonia de cores e pessoas.

racisme_dag_affiche_klein

O Miau do Leão foi viver esta data em Temse (Flandres Oriental). Estava uma tarde fria e ventosa, mas o calor humano aquecia as almas. Respirava-se cultura por todos os lados. O cheiro da culinária exótica levava-nos a sonha por todas aquelas terras.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No pequeno Grote Markt de Temse sentia-se numa pequena aldeia global: Brasil, Portugal, Espanha, Colómbia, Chile, Perú. Indonésia, Turquia, Cazaquistão, Síria, Iêmen, China, Polónia, Grécia, Bulgária, Roménia, Marrocos, … , e claro, Bélgica!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Estavam presentes várias organizações que buscam a integração dos imigrantes. Entre elas, o Babbelonië.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Vivemos todos juntos uma tarde de diversidade cultural com alegria e paz. Uma experiência enriquecedora para crianças, jovens e adultos.

Viva o multiculturalismo !

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Tot Ziens!

Praticar o holandês (Parte II) -Babbelonië

Desejo continuar  a vos trazer algumas iniciativas existente dentro da sociedade flamenga, no caso particular, na “Oost-Vlaanderen” (Flandres Oriental), que busca integrar o estrangeiro que para a Flandres vem viver, ajudando-o a praticar o idioma.

No post anterior vimos uma iniciativa existente na cidade de Sint-Niklaas, também localizada na Oost-Vlaanderen.

Hoje, vos trago um site que descobri: www.nederlandsoefenen.be/oost-vlaanderen

Neste site é possível conhecer o projeto BABBELONIË.

download

Visite-o sem pensar duas vezes, pois com certeza descobrirá onde treinar o holandês em um grupo de conversação, em um grupo sobre temas específicos e outras sugestões. A participação é gratuita, e muito agradável.

O projeto atua em várias cidades da região, mas informações mais atuais e detalhadas encontram-se no site: www.babbelonie.be

Tenho participado no grupo Babbelonië, em Temse. São poucas horas por semana, mas que ajudam a praticar e melhor entender o idioma e os seus dialetos. Em nosso grupo temos imigrantes de vários continentes, várias histórias de vida, sempre apoiados por simpáticos cidadãos belgas que disponibilizam algumas horas de suas vidas para nos ajudar, guiados pela competente sra. Dianne Nuyts.

E, assim juntos, falamos o holandês da Flandres.

Pratica aqui o holandês

Aprender a língua nativa quando se emigra é um dos obstáculos a se vencer para bem viver.

Claro, que é possível sobreviver com o conhecimento em inglês, e um pouco em francês, na Flandres. No entanto, aprender o idioma nativo exige prática, e é decisivo para comunicação entre pessoas, em suas diversas formas.

Sendo assim, na cidade flamenga de Sint-Niklaas há um projecto promovido pelo conselho desta cidade, que se chama “Oefen hier je Nederlands” ( Pratica aqui o Holandês).

Este é um projecto de língua cujo objetivo é incentivar os cidadãos estrangeiros a conversarem com os nativos em holandês, e não mudarem rapidamente para outro idioma. Uma aprendizagem ao ar livre dentro de um contexto quotidiano. Não tenha vergonha de cometer erros, tente falar!

A ideia traduz-se em um logotipo que pode ser encontrado nos balcões de algumas lojas comerciais, na câmara da cidade, biblioteca, médicos, escolas, farmacêuticos.

Os comerciantes locais são incentivados a participarem através de inscrição por e-mail ou telefone. Em seguida, os participantes recebem 10 dicas para se  comunicarem mais facilmente com os clientes ou pacientes estrangeiros e, se desejar, ainda obter apoio logístico mais específico.

Logotipo
Logotipo

Particularmente, acho a ideia fantástica pela sua originalidade, simpatia e simplicidade, pois busca promover a integração de pessoas estrangeiras, afinal segundo as últimas informações estatísticas apontam para que 20% da população da cidade e 43% das crianças (0-5 anos) é de origem estrangeira. Sem falar que dá uma imagem positiva à cidade.