Algumas virtudes do Nordeste do Brasil

E chegou a vez de falar sobre a viagem ao Nordeste do Brasil, a terra onde nasci e vivi muitos anos. É difícil ver os defeitos e falar das virtudes. Estive 7 anos atrás, e parece que nada mudou. Não há preocupação pelo bem comum, nada de efetivo se fez pelo bem comum ao longo destes anos. Por favor, não tenho candidato à presidência, muito menos partido político. Vou logo avisando. Fiquei pasma a encontrar um país dividido em dois grupos, os coxinhas e os mortadelas. Dá até vontade de rir, mas é triste. Ora eu abria a boca e levava o carimbo de coxinha; ora eu abria a boca e levava o carimbo de mortadela. A verdade é que não reconheci o meu país. Não quero reconhecer como meu país, um país que agride mulheres dentro de um ônibus no centro de uma grande cidade. Não quero reconhecer como meu país, um país que levanta bandeiras de intolerância e racismo. O Brasil, quem diria, tornou-se assumidamente, racista. Quem no Brasil pode dizer que é totalmente branco ? Politicamente, as mesmas figuras de sempre na hierarquia política, e o povo parece que vai voltar a dar crédito aos mesmos de sempre, que nada fizeram pelo bem comum do povo brasileiro. Sem falar que vivendo tantos anos no estrangeiro sou obrigada a ir votar!
Bem, mas escolhi falar neste primeiro post do Brasil sobre algumas virtudes da natureza que ainda encontrei. De todas elas, a que mais gostei foi de rever um “soldadinho” dos tempos de infância que eu ia pegar no “pé de carambola”. Eu também revi a carambola que estava ácida que nem sei o que, mas continua linda como uma estrela. Os sabores do Brasil que ainda não encontrei na Bélgica: a tapioca de todo jeito, a pamonha tradicional na palha, as frutas tropicais; queijo coalho e o milho vendidos na praia sem fiscalização, os coquéteis no abacaxi com alcool ou sem alcool na praia, não esquecer da raspadinha na praia, e dos animais à solta na praia. E a dona maria farinha também deu seu o ar da graça. Este sim, é o Brasil que reconheço.

Aguardem os posts sobre as praias.

IMG_20170711_101445818
soldadinho
IMG_20170720_191001740.jpg
carambola
IMG_20170714_190128769
tapioca e guaraná
IMG_20170707_185706400.jpg
pamonha
IMG_20170712_150126330
cajú
IMG_20170709_083428158.jpg
pinha
IMG_20170718_144331525
queijo coalho
IMG_20170718_135125564.jpg
milho
IMG_20170718_150559131.jpg
raspadinha
IMG_20170712_150345692.jpg
cães na praia
IMG_20170719_105717492.jpg
maria farinha

Tot ziens! 😉

Anúncios

1ª Preparação para o Grande Desafio

Estamos nos preparando para o grande desafio a pé Kungsleden, a trilha do rei na Suécia. Com cerca de 440 km, entre Abisko (Norte da Suécia) e Hemavan, na maior reserva protegida da Europa. Calma! Não vamos fazê-la toda. :))

Panoramic_view_from_the_Sälka_hut_on_the_Kungsleden_trail
Desafio Kungsleden, Suécia

Para isso, pretendemos fazer uma série de treinamentos e optámos por utilizar a app Wikiloc, que é especial para descobrir e partilhar as melhores trilhas ao ar livre a pé, de bicicleta e muitas outras atividades. Há trilhas em todo o mundo!
Daí, escolhemos a primeira trilha que fizemos: Waasmunster-Sombeke. Esta trilha fica a cerca de 15 min de carro de Sint-Niklaas, onde moramos. Foram 13,58 Km, que iniciámos por volta das 10hs da manhã e terminámos em torno das 16hs. A trilha tem 30 m de ganho de elevação com nível de dificuldade fácil.
Foi um dia super agradável, num dia de bom tempo e algo que adoro fazer que é caminhar pela natureza. Podemos observar pequenos detalhes da natureza que nos escapa durante o dia a dia e conversar bastante. Apreciamos lindas borboletas, o canto de aves, flores, animais, frutos silvestres, diversos tipos de plantio e a calma de um riacho.
Passamos pelo castelo Blauwendael com seu jardim de entrada livre. Seguimos pela igreja de Waasmunster e abadia de Roosenberglaan, entrando na trilha através de bosques e riachos até a estrada nacional E17. Atravessamos a aldeia passando por uma capela particular e por algumas tavernas locais onde servem as melhores cervejas da Bélgica. Passamos por um extenso milharal com um milho doce para minha surpresa.
app Wikiloc foi extremamente útil, pois permitia sabermos a nossa real localização, o nosso nível de velocidade, a distância restante, calorias perdidas, e principalmente dava um aviso sonoro se estivéssemos a seguir a rota errada.
O 1º desafio para realizarmos o grande desafio foi concluído com sucesso.
Vem comigo ver como foi este dia! 🙂

IMG_20170902_111108531_HDR.jpg
IMG_20170902_111008763_HDR.jpg
IMG_20170902_111743263.jpg
IMG_20170902_113052586.jpg
IMG_20170902_113720903.jpg
download_20170903_174246.jpg
download_20170903_174244
IMG_20170902_113847869.jpg
IMG_20170902_114457763.jpg
IMG_20170902_115741627_HDR.jpg
IMG_20170902_120645513.jpg
IMG_20170902_121808872_HDR.jpg
IMG_20170902_124304114.jpg
IMG_20170902_132252442
IMG_20170902_134225292_HDR.jpg
IMG_20170902_141630432

Tot ziens! 😉

Uma manhã na feira de Lokeren, Bélgica

Este foi mais um passeio que fiz com o agradável grupo de mães em 2017.
Partimos de trem da estação de Sint-Niklaas até à estação de Lokeren, cerca de 15 min. Caminhamos uns 5 min até a feira.
Este formato de feira há em várias cidades da Bélgica. Elas ocorrem em dias determinados da semana, no horário da manhã. A feira de Lokeren é as quintas-feiras.
Há um pouco de tudo, o que é um interessante passeio. Há desde os tradicionais legumes e frutas, doces que fazem a festa das crianças antes de irem à escola, brinquedos, roupas, bicicletas e acessórios, cd, carnes, peixes, queijos, bolos, utilitários diversos, plantas, condimentos e especiarias, acessórios feminino, tendas de lanche, etc.
No final da visita fizemos um pic-nic ao ar livre junto ao rio. Retornamos de trem para Sint-Niklaas. O difícil foi achar onde estacionei minha bicicleta. Logo vocês vão ver parte do estacionamento de bicicletas em Sint-Niklaas.

Vem comigo conhecer, em algumas fotos, a feira.

IMG_20170524_101105203
IMG_20170524_092508544.jpg
IMG_20170524_093846575.jpg
IMG_20170524_095838151.jpg
IMG_20170524_092403387.jpg
IMG_20170524_111306150.jpg

Tot ziens! 🙂

Um dia no paraíso, PAIRI DAIZA

IMG_20170604_205816253

Não é fácil me convencer a ir conhecer um zoológico. Imagino que seja uma atitude estranha, mas é que tenho sempre a sensação que são todos iguais, e também porque não tenho muito apego com animais, mas também não gosto de vê-los fora do seu habitat e presos.
Então, por que cedi desta vez e fui conhecer o Pairi Daiza ? Usaram o argumento infalível: Natureza! 🙂 Lá fui,um pouco desconfiada, sem acreditar muito. Começamos por uma quintinha com animais de pequeno porte que andavam livres e vinham até nós. Já fui mudando a minha impressão. E, cada vez que avançavamos, a minha opinião inicial mudava e à tarde já não queria sair dali. 🙂
O Pairi Daiza, que fica em Brugelette, na Valónia (Bélgica), é enorme. É preciso entrar na primeira hora de abertura para que seja possível percorrê-lo por completo. À entrada há uma rigorosa revista, igual ao dos aeroportos internacionais.
Para descobri-lo, o ideal é utilizar a app disponível para não perder nenhuma atração. E, o Pairi Daiza vai além de uma simples visita aos animais, há também um jardim botânico, diversos tipos de restaurantes com ampla esplanada, uma grande área para as crianças brincarem na areia e uma loja para compra de souvenirs.
Durante o trajeto a percorrer também há tendas de venda de gelados, entre outros, e até caldo de cana com uma versão moderna.
O terreno era uma antiga abadia que foi preservada parte dela. A abadia foi dissolvida e uma família nobre comprou a propriedade e construiu um castelo até ser comprado pela família que fundou o parque. Toda a propriedade é uma área protegida desde 1982. O zoológico iniciou atividades em 1993. A torre da abadia foi conservada.
No zoológico há uma série de pontes suspensas que permitem aos visitantes uma vista privilegiada do parque e suas atrações. Um trem também circula pelo parque.
Não gosto muito de informar as tarifas com receio que possam ser modificadas, mas para você ter ideia de quanto custa passar um dia neste paraíso, então vou abrir exceção. Adultos 29,80€, Crianças 3-11 anos 24,80€, adultos +60 anos 27,80€, estacionamento 7€.
Tenho muitas fotos para mostrar, pois há muito que se ver no Paira Daiza. Vem comigo ! 😉

IMG_20170604_124056409
A quintinha

IMG_20170604_125045885.jpg

IMG_20170604_125613024.jpg
IMG_20170604_125901600.jpg

IMG_20170604_130242837

IMG_20170604_130634353.jpg
Uma preguiça
IMG_20170604_133341740.jpg
Blu, a ararinha azul

IMG_20170604_134958186.jpg

IMG_20170604_135233031.jpg
IMG_20170604_135434877.jpg
IMG_20170604_140622823
IMG_20170604_140627590.jpg
IMG_20170604_141539321

IMG_20170604_145650542
O garimpo

IMG_20170604_150015958

IMG_20170604_150051302.jpg
IMG_20170604_150526156.jpg
IMG_20170604_150550697
IMG_20170604_151924358.jpg
IMG_20170604_151947328.jpg
IMG_20170604_152653975
IMG_20170604_153228853

IMG_20170604_154009390.jpg
IMG_20170604_154950367.jpg

IMG_20170604_155126002_HDR.jpg
IMG_20170604_155557279_HDR
IMG_20170604_160825340.jpg
IMG_20170604_161047278
IMG_20170604_171142919.jpg
IMG_20170604_172449306_HDR.jpg
IMG_20170604_172649753_HDR.jpg
IMG_20170604_172923559

IMG_20170604_173841693_HDR.jpg
Essa pedra veio do Brasil

IMG_20170604_175638031_HDR.jpg

IMG_20170604_180032687.jpg
IMG_20170604_180720496
IMG_20170604_181435843.jpg
IMG_20170604_182402504_HDR.jpg
IMG_20170604_183751452_HDR
IMG_20170604_184357673.jpg
IMG_20170604_190022767.jpg
IMG_20170604_204114808.jpg
Espero que tenham gostado. Foi difícil fazer uma seleção de fotos.

Tot ziens! 🙂

Um dia no parque De Ster em Sint-Niklaas, Bélgica

Até Junho passado, eu participei de um grupo de mães, em Sint-Niklaas. Encontravamo-nos uma vez por semana numa instituição de apoio à sociedade. Aprendíamos e discutíamos sobre assuntos relacionados a um bom desenvolvimento da criança, oportunidades de lazer, saúde para a família, preparavamos alguns pratos, e treinavamos o holandês.
Para o nosso último encontro, decidimos fazer um pic nic no parque de recreação da cidade, o De Ster (a estrela). E, apesar de não ficar muito longe da minha casa, ainda não havia surgido a possibilidade de conhecê-lo. Os meus filhos já lá foram várias vezes em companhia da escola.
O parque conta com um amplo estacionamento para carros e bicicletas, bem próximo à bilheteira. A taxa de entrada é quase simbólica, e durante os meses de Outubro à Março, a entrada é gratuita.
O parque é muito bem cuidado, e sobretudo, limpo. Há uma acolhedora praia para se desfrutar da água do lago onde você pode nadar, remar, pedalar e navegar. Há também várias outras atividades como um mini campo de golfe, trampolins, um tremzinho que faz a alegria das crianças, mas para estes você paga uma pequena de taxa de utilização. Ainda há uma quintinha e uma área de restauração.
Quanto ao pic nic foi muito agradável. Uma pequena parte do mundo estava representada por nós (Brasil e Portugal, Equador, Ucrânia,Bélgica, Marrocos, Síria e Turquia).

Vem comigo ver como passei este dia de tempo tipicamente belga ! 😉
IMG_20170629_103155269
IMG_20170629_104154179
IMG_20170629_105039555
IMG_20170629_105057330.jpg
IMG_20170629_105840438.jpg
IMG_20170629_110319961
IMG_20170629_111155765
IMG_20170629_123451436.jpg
IMG_20170629_130447860.jpg
IMG_20170629_134620374.jpg
IMG_20170629_111814630.jpg
Tot ziens! 🙂